This post is also available in: Français Deutsch Русский English

Uma vulnerabilidade foi encontrada e consertada na carteira Electrum, tanto para as versões do Bitcoin quanto da Dash.

Recentemente descobriu-se que a Electrum — uma carteira popular e leve para Bitcoin — tinha uma vulnerabilidade crítica de dois anos de idade. A vulnerabilidade permitia a um atacante usar JavaScript para roubar Bitcoin de uma carteira, contanto que a carteira não estivesse encriptada e estivesse sem senha. A vulnerabilidade foi anunciada pela primeira vez no final do ano passado, mas só foi consertada nos últimos dias.

A vulnerabilidade também afetou a carteira Electrum da Dash, que também foi consertada

Como essa vulnerabilidade já tinha vários anos de idade, isso também afeta a versão Dash da carteira Electrum. Por sorte, o time do Dash Core também já fez um conserto. Os usuários devem atualizar para a versão mais nova assim que possível para evitarem riscos.

É impossível exagerar a necessidade de uma segurança forte

A prioridade de implementar práticas de segurança fortes é indispensável em um ecossistema de criptomoedas onde os usuários são responsáveis por seus próprios fundos. Os usuários devem ser cuidadosos com carteiras que não os dão acesso às suas chaves privadas, não deixam proteger sua carteira com senha, e assim deter um maior controle e segurança sobre seus dispositivos. Os usuários também devem tomar cuidado quando comprarem carteiras de hardware de revendedores (uma vítima perdeu as economias de sua vida devido a um dispositivo adulterado) e compre diretamente de um fabricante confiável.