This post is also available in: frFrançais deDeutsch ruРусский enEnglish

O Uphold — popular plataforma de negociação de criptomoedas — eliminou a taxa cobrada aos clientes para sacar dinheiro da sua plataforma para o blockchain do Dash.


A eliminação da taxa é um passo significativo em direção a uma adoção mais ampla pois antes havia uma taxa fixa de 2.99 USD além das respectivas taxas da rede do Dash, agora só há as taxas da rede do Dash, que estão abaixo de um centavo e estão se barateando continuamente. A taxa fixa ainda se aplica ao Bitcoin, Litecoin, Ethereum, Bitcoin Cash, e outras moedas na sua plataforma. O Uphold ainda cobrará a sua taxa tradicional de 3.99 USD por transferências ACH ou SEPA de moedas fiduciárias para uma conta bancária tradicional e uma taxa de conversão de 1.25% do Dash.

O Uphold é um parceiro de longa data do Dash e os usuários do Dash levaram a um crescimento da plataforma e mostraram a maior convicção por nem sempre venderem tanto por moedas fiduciárias como outros usuários de criptomoedas no Uphold. O Dash até mesmo integrou o Uphold na carteira Android do Dash para simplificar a aquisição de Dash pelos consumidores e o gerenciamento dos seus fundos. Além disso, alguns sistemas de POS permitem que os comerciantes transfiram o pagamento para o Uphold e instantaneamente convertam ele para moeda fiduciária para minimizar o seu risco de câmbio. Esses comerciantes então podem sacar depois de algumas centenas de dólares para tornar a taxa de saque uma porcentagem tão pequena quanto possível.

O desconto agora permite economizar com pequenas remessas acessíveis para a América Latina

Como Ryan Taylor — CEO do Dash Core Group — disse é necessário que haja o menor custo possível de mudança para convencer a maior parte das pessoas a começarem a usar criptomoedas como uma nova forma de pagamento. Com o Bitcoin existindo há mais de uma década agora, e ainda nenhum grande uso nos meios convencionais, isso enfatiza a importância dos custos de mudança e levanta a questão de como os custos de mudança poderiam ser reduzidos. O Dash é capaz de trabalhar para minimizar os custos repassando economias adicionais para os consumidores. Por exemplo, a rede votou para financiar o programa de DashBack do AnyPay, que eles foram capazes de implementar na plataforma do eGifter. Os consumidores podem economizar pouco mais de 10% em cestas de presente, presentes de buquês de flores, e produtos para animais de estimação. Também há múltiplos outros vales-presente desde filmes até restaurantes, roupas e tudo que há entre esses dois com descontos que ficam na faixa de 6&—7%.

Além disso, o custo para enviar dinheiro para a Colômbia e outros países pode variar desde alguns poucos dólares até mesmo 20 USD dependendo do país ou do método de envio, com base no estimador de preço da Western Union. A Western Union nem mesmo oferece transferências para a Venezuela no momento, de acordo com o seu estimador de preço. Além disso, a transação ainda pode levar entre 3 a 5 dias para ser completada via transferência bancária. Isto é muito mais caro e mais lento do que um consumidor usando o Uphold para adquirir e enviar Dash para um ente querido em outro país e então gastar a quantia de Dash em lojas ou usar o Uphold para converter para moedas fiduciárias com uma taxa de 1.25%.

Crescimento contínuo do Dash na América Latina

O Dash fez bastante progresso na América Latina e está se tornando uma excelente escolha como alternativa para o dinheiro fiduciário conforme mais e mais indivíduos descobrem a eficiência e velocidade. Isto levou a um aumento no número de carteiras Dash ativas, 10 000 das quais foram reportadas só na Venezuela. Jorge Farias — CEO do Cryptobuyer, outra casa de câmbio de criptomoedas popular na região — falou sobre como o Dash ultrapassou o Bitcoin na sua plataforma devido às suas taxas consistentemente baixas e transações velozes. Isto foi particularmente exacerbado pelo caso de uso para remessas pequenas entre consumidores não muito tecnológicos, causando confusão sobre os tempos de espera e frustração com as taxas durante os momentos de maior congestão da rede.

O Cryptobuyer também está ajudando a reduzir os custos de troca das moedas fiduciárias para o Dash oferecendo agora uma solução sem taxas para o comerciante, com a meta de usar a oferta livre de riscos para potencialmente conseguir que grandes comerciantes e franquias passem a aceitar Dash. Além disso, mais caixas eletrônicos estão aparecendo na América Latina que dão Dash para deixar os consumidores felizes e permitir ainda mais serviços de remessas. Conforme a infraestrutura ao redor da economia Dash na região continua a crescer, o potencial da adoção em massa começa a parecer mais promissor.