This post is also available in: frFrançais deDeutsch ruРусский enEnglish

A Dash frequentemente registrou mais transações diárias que o Bitcoin Cash ou Bitcoin SV nos últimos dois meses.

De acordo com dados retirados do CoinMetrics, número de transações da Dash consistentemente superou a das moedas de pagamento mais semelhantes, Bitcoin Cash e Bitoin SV, em particular nos últimos dias. Em 64.5% dos dias durante o período entre 28 de Novembro de 28 de Janeiro, a Dash registrou mais transações do que o Bitcoin Cash. A Dash também teve níveis mais altos de transação que o Bitcoin SV durante 88.7% desses dias, com todos exceto um dos dias restantes sendo enormes picos isolados na contagem de transações do Bitcoin SV, provavelmente relacionados a um teste de stress ou algum outro experimento.

Os valores de transação nas três cadeias mostram forte contraste

Além disso, foram observadas diferenças nos valores de transação entre as três cadeias, com uma divergência muito mais forte que a observada no volume de transação. De acordo com dados retirados do BitInfoCharts, os valores médios de transação tanto do Bitcoin Cash quanto do Bitcoin SV foram ranqueados numa posição significativamente mais alta que os da Dash, frequentemente dez vezes maior ou mais, particularmente durante o tempo da divisão da cadeia. Já no valor mediano de transação, a Dash manteve um valor relativamente pequeno e consistente, enquanto tanto o Bitcoin Cash quanto o Bitcoin SV exibiram valores significativamente mais altos por alguns dias, ainda que significativamente mais baixos em outros.

Apesar de redes livres e pseudônimas como essas não oferecerem dados absolutos quanto aos propósitos de uso, pode-se inferir os tipos de uso que a rede provavelmente teve. Valores baixos em média sugerem que a transferência diária de valor na rede é distribuída por mais transações, já um baixo valor mediano sugere que uma transação típica é uma pequena compra, com flutuações entre valores altos ou extremamente baixos sugerindo surtos intermitentes de atividade por microtransações ou testes de stress contrabalanceando os valores tipicamente mais altos de transação. Uma grande disparidade entre os valores médios e medianos sugere uma combinação de transações muito grandes e muito pequenas, ao contrário de uma gama mais uniforme. Combinados, estes dados sugerem que a maior parte das transações da Dash são provavelmente usadas para pequenas compras num ritmo consistente e regular, enquanto as transações de Bitcoin Cash e Bitcoin SV tendem para compras e transferências de valor maiores, com ocasionais surtos de microtransações.

Efeitos devastadores de uma cadeia e comunidade divididas?

A discrepância de transações pode ser atribuída à divisão relativamente recente da cadeia entre Bitcoin Cash e Bitcoin SV. Os dados diários de transações coletados nos últimos seis meses mostram um Bitcoin Cash que regularmente superava a Dash em volume de transações antes da divisão. No entanto, nos meses depois da divisão, esta tendência se reverteu como notado acima, com a Dash recentemente passando à frente. Em alguns dias, o volume de transação da Dash foi maior até mesmo que o do Bitcoin Cash e Bitcoin SV combinados.

Estes dados aludem fortemente ao poder dos efeitos rede. A divisão na cadeia fez com que vários projetos populares como o app de carteira HandCash ou a plataforma de blogging Yours migrassem exclusivamente para a cadeia SV. No entanto, em vez de simplesmente dividir a atividade entre as duas cadeias, a atividade total parece ter diminuído. Isto pode indicar que os efeitos rede trazem valor significativo para os usuários, por si sós trazendo mais usuários e, portanto, efeitos rede mais fortes.