This post is also available in: frFrançais deDeutsch ruРусский enEnglish

A Samsung recentemente revelou sua nova linha de smartphones que oferecem algumas funcionalidades para criptomoedas, o que segue a tendência estabelecida pelos celulares Kripto Mobile, que suportam Dash e foram lançados na América Latina no ano passado.

Durante o anúncio, a Samsung descreveu sua tecnologia como “Samsung Knox” e “armazenamento seguro baseado em hardware, que abriga suas chaves privadas para serviços móveis baseados em blockchain”. No entanto, rumores do evento envolviam uma carteira de criptomoedas. Ainda assim, relatos de terceiros e vazamentos sugerem uma “Carteira Blockchain Samsung” e que suporte nativo para DApps em seus telefones ainda estão por vir.

Anteriormente, a HTC lançou seu telefone com suporte nativo para blockchain, o HTC Exodus, que suportava múltiplas blockchains. O Sirin Labs também lançou o Finney no ano passado como um telefone blockchain que possuía seu próprio armazenamento frio e ecossistema de Dapps.

A corrida para oferecer soluções amigáveis ao usuário

A Dash e Kripto Mobile se juntaram em Agosto para lançar uma série de telefones crypto próprios para Dash na Venezuela e, no futuro, para países vizinhos. Os telefones vinham com carteiras Dash pré-instaladas, uma paper wallet com algumas Dashs, Uphold, Bitrefill e DiscoverDash para que os consumidores tivessem tudo que precisavam para começar a comprar, armazenar e gastar Dash. Além disso, havia times disponíveis na Venezuela para ajudar os consumidores a usarem seus novos celulares. Esses celulares, nos últimos meses, rapidamente venderam 66 000 unidades. Mais tarde, um celular KRIP SMS foi vendido que já vinha com Dash Text preparado, para que os venezuelanos pudessem ter uma opção ainda mais acessível para gastar criptomoedas.

O contraste de custo é talvez a maior diferença entre os vários lançamentos de celulares para criptomoedas. Enquanto os celulares da Samsung, HTC, e Finney têm funcionalidades mais avançadas que os celulares KRIP, eles também estão custando cerca de 1 000 USD vs. os menos de 100 USD dos celulares KRIP. O custo desses celulares de alto nível já é caro nos padrões de países desenvolvidos, sem falar nos padrões venezuelanos. A acessibilidade dos celulares KRIP disponibiliza verdadeiramente as criptomoedas para as massas e, considerando que 60% dos venezuelanos não têm smartphones, o telefone SMS KRIP que não é smartphone está mirando neste grande segmento da população.

A oferta crescente das companhias de produtos para blockchain e criptomoedas sinaliza uma demanda crescente entre os consumidores. O lançamento da Samsung tem um grande potencial considerando que um dos maiores mercados é a Ásia, especialmente a Coréia do Sul, que observou amplo interesse e crescimento no mercado das criptomoedas. A Dash e Kripto Mobile estão focando nos indivíduos que mais podem se beneficiar das criptomoedas ao mirarem no mercado latino-americano.

Adaptando-se às necessidades dos consumidores

A Dash foi capaz de reconhecer a necessidade de se adaptar aos consumidores com soluções de aprendizado baratas e efetivas para tornar a transição para criptomoedas mais fácil. A Dash foi capaz de fazer isso por meio da Organização Autônoma Descentralizada (DAO), que permite que a rede financie indivíduos que forjem esse tipo de parcerias. Isso então evita que seja necessário depender que grandes empresas multinacionais desenvolvam essas soluções, o que, como foi visto, pode ser bastante legal, mas também muito caro e exclui grandes parcelas da população que as criptomoedas deveriam ajudar.

A possibilidade de comprar smartphones com funcionalidades de criptomoedas de fábrica ajudará a aumentar o ritmo de adoção, pois haverá uma barreira menos para entrada dos usuários marginais se aproximando do uso das criptomoedas. Além disso, quanto mais barato o telefone, mais indivíduos do mundo poderão alcançar liberdade financeira e monetária.