This post is also available in: Français Deutsch Русский English

A Dash foi adicionada ao processador de pagamentos 34 Bytes, adicionando uma lista de novas opções de comerciantes conforme a adoção da Dash continua a ganhar tração.

Uma solução de ponto-de-venda para comerciantes, a 34 Bytes abriu operações em 2016. A plataforma inicialmente suportava exclusivamente o Bitcoin, e angariava menores taxas e maior segurança para os comerciantes usando criptomoedas.

No entanto, depois da recente congestão da rede, as taxas e tempos de transação do Bitcoin dispararam, limitando o ponto de venda inicial da 34 Bytes. A plataforma anunciou este mês a integração de duas criptomoedas adicionais, Litecoin e Dash, para expandir a sua viabilidade com pagamentos competitivos com cartões de crédito:

“Primeiramente, ouvimos de muitas, muitas pessoas sobre outras criptomoedas que elas gostariam de ver no terminal. Portanto, estamos animados em anunciar que acabamos recentemente de testar a adição do Litecoin e DASH para nossos serviços.”

A Dash atrai o 34 Bytes em particular por conta de suas funcionalidades especiais e seu uso simplificado para pagamentos:

“A Dash oferece várias funcionalidades interessantes incluindo o InstantSend e o PrivateSend. A Dash têm ganhado uma reputação como uma criptomoeda que serve bem para transações comerciais e físicas então nada mais natural que adicioná-la aos nossos terminais também.”

Uma solução para comerciantes sem terminais modernos de tablets/smartphones

A plataforma do 34 Bytes oferece uma solução em criptomoedas para comerciants que podem não estar em posição de usar os terminais mais modernos baseados em tablets ou telefones móveis. Em vez disso, o sistema imprime as faturas em um papel de recibo, com um QR code para o cliente escanear:

Na maior parte do mundo desenvolvido, no entanto, sistemas de ponto de venda baseados em tablets estão se tornando cada vez mais populares, facilitando o uso de processadores alternativos baseados em app tais como aqueles que facilitam pagamentos em criptomoedas. O sistema de ponto de venda do Anypay, que apareceu recentemente no segmento de notícias da CNN destacando o intenso uso da Dash em Portsmouth, New Hampshire. O Anypay também implementa uma funcionalidade de “DashBack“, pagando tanto para o consumidor quanto para o comerciante uma pequena porção da venda de maneira a incentivar a adoção como moeda.

Neste mercado em forte baixa, a adoção da Dash continua a crescer inabalável

A pesar da forte tendencia de baixa do mercado das criptomoedas este ano, a adoção da Dash continua a acrescer. Desde o seu valor recorde em Dezembro, a Dash perdeu mais de 85% daquele valor no momento da escrita, e enquanto a taxa atual de cerca de 220 USD é certamente significativamente maior que a do início do ano passado (cerca de 11 USD), receber novos comerciantes com uma perspectiva de 6 meses ou menos se mostrou desafiador. No entanto, a Dash continuou recebendo novos comerciantes mês após mês, se aproximando de 1500 comerciantes listados no DiscoverDash.

Em especial, praticamente 400 dessas empresas que aceitam Dash estão na Venezuela, um país assolado pela hiperinflação e por um colapso econômico. Enquanto quedas temporárias no mercado podem parecer cataclísmicas para usuários do mundo desenvolvido, a taxa de adoção da Dash é não obstante muito superior se comparada com o Bolívar Venezuelano mesmo neste mercado em baixa.