This post is also available in: Français Deutsch Русский English

O Salamantex, recebido pela Embaixada Dash DACH este ano para integrar o Dash no seu sistema de POS de criptomoedas, formou uma parceria com o A1 Payment, Ingenico, e Concardis para aceitar uma variedade de pagamentos digitais.


O A1 Payment “é o provedor número 1 de comunicações da Áustria” e dá aos clientes “uma oferta com tudo incluso, inclusive telefonia de voz, acesso a internet, televisão a cabo digital, soluções de dados e de TI, serviços de atacado e soluções de empresas móveis e pagamentos”, de acordo com o seu comunicado de imprensa. Agora, o A1 permitirá que companhias “aceitem, além dos seus métodos existentes de pagamento, moedas digitais como Alipay, WeChat Pay, ou criptomoedas”. Markus Schreiber, Chefe de Marketing Empresarial do A1, discutiu como pagamentos digitais estão crescendo na Áustria, “em particular, convidados da Ásia querem pagar primariamente com Alipay, WeChat Pay ou com uma criptomoeda”.

O Ingenico Group é “o provedor número um no mundo de soluções de pagamento simplificadas para uma ampla gama de aplicações” e o Concardis Payment Group também é “um grande provedor de soluções de pagamentos digitais” com clientes na Alemanha, Áustria, Suíça e Sudeste Europeu. O CEO do Salamantex René Pomassl discutiu como a parceria levará a melhores opções para os clientes.

“Com a expansão para métodos digitais de pagamento, o A1 Payment cumpre um papel pioneiro nos tempos de digitalização. Juntos criamos confiança e novas oportunidades para clientes que querem se posicionar como ‘pioneiros’ nessa área. Isto permitirá que os consumidores escolham de uma gama ainda mais ampla de métodos de pagamento no futuro.”

Melhorando as opções de pagamento dos consumidores

Pagamentos digitais estão crescendo, especialmente métodos sem contato, o que é um sinal positivo tanto para criptomoedas quanto plataformas como o Alipay, WeChat Pay, etc. já que as empresas se adaptam aos desejos dos consumidores para se manterem competitivas. O Salamantex reconhece isto, mas também a necessidade de acomodar comerciantes com uma interface de usuário bastante amigável e e uma experiência como um terminal de POS elegante que também aceita cartões de débito/crédito, e simplificam a contabilidade se integrando com o software atual de POS dos comerciantes. Criando um sistema de POS multimoeda, comerciantes e consumidores têm uma maior probabilidade de experimentarem com outros métodos de pagamento do que se cada um exigisse um software e terminal de POS diferente, o que iria introduzir um maior custo de troca.

O lançamento para esta integração em particular vai começar na Áustria e, como o comunicado de imprensa mencionou, os turistas são um grande segmento do setor de pagamentos digitais. A falta de necessidade de trocar moedas também realça as vantagens dos pagamentos digitais e das criptomoedas. Isto facilita e barateia muito o turismo para os consumidores, e o fato que os comerciantes podem facilmente aceitar uma variedade de pagamentos significa que eles podem facilmente receber uma multitude de turistas de diferentes países.

Dash trabalhando para maximizar as opções de pagamento

O Dash tem trabalhado diligentemente para se integrar em tantos terminais de pagamento pelo munto quanto possível para maximizar o alcance aos consumidores. O Salamantex, QR.CR, AnyPay, Spark, e Dash Retail são só alguns dos terminais de POS que integraram o Dash além dos numerosos processadores de pagamento em sites que aceitam Dash. O Dash também foi amplamente aceito por plataformas de viagens em criptomoedas como Travala, More Stamps Global, e TravelbyBit reconhecendo as vantagens de ajudar indivíduos a fazer pagamentos em países estrangeiros sem precisar lidar com as problemáticas casas de câmbio tradicionais. Isto ajudou o Dash a conseguir que cerca de 5 000 comerciantes pelo mundo se integrem com o Dash. Além disso, graças à natureza descentralizada do Dash, grupos como a Embaixada Dash DACH são capazes de alcançar integrações importantes — como fizeram com o Salamantex — que depois levaram a parcerias frutíferas.