This post is also available in: frFrançais deDeutsch ruРусский enEnglish

A integração da Dash com a plataforma Paycent foi anunciada, adicionando uma gama de novas opções para conversão em moedas fiduciárias, incluindo um cartão de débito.

Filial da Texcent, a Paycent é uma plataforma baseada em Singapura que permite o gerenciamento de muitas moedas fiduciárias e criptomoedas dentro da mesma carteira, assim como a conversão de uma para a outra em tempo real. Os usuários podem fazer depósitos via cartão de débito ou transferência de criptomoedas, convertê-los e depois sacá-los pelo cartão de débito Paycent. Bradley Zastrow, Chefe do Desenvolvimento de Negócios do Dash Core, acredita que esta integração melhorará a atratividade da Dash para comerciantes, para remessas e para pagamentos internacionais:

“A velocidade em tempo real de transação da Paycent e sua API multiplataforma torna isto uma grande oportunidade para todos, independentemente de experiência com ativos digitais, pagarem comerciantes ou enviarem remessas internacionais usando um smartphone. Este é o tipo de integração que transforma o potencial de pagamentos com criptomoedas numa realidade para o público global.”

De acordo com um anúncio recente da Paycent, os novos pares de câmbio e integração da Dash estarão prontos na próxima semana.

Liquidações instantâneas e permanentes são atrativas, mas elusivas tanto no mundo crypto quanto no fiduciário

O ponto principal de atração e diferencial da Dash no setor cada vez mais lotado das criptomoedas é a sua funcionalidade de InstantSend, que permite que os pagamentos sejam trancados instantaneamente sem chance alguma de gasto duplo. Como apontado pelo COO do Paycent Nitin Gupta, a espera por confirmações demoradas pode ser um fator decisivo contra o uso das criptomoedas:

“Uma das ressalvas que os comerciantes ou pessoas comuns têm com o uso das criptomoedas é o tempo de liquidação da transação. Nenhum outro ativo digital pode competir com a velocidade do InstantSend da Dash. Ela permite que os comerciantes recebam pagamentos de um cliente instantaneamente, tornando a Dash uma das melhores opções para pagamentos de consumidores na vida real, não muito diferente de passar um cartão de débito ou crédito.”

Criptomoedas tais como Bitcoin originalmente usavam transações de confirmação zero, ou 0-conf, para os ambientes de comércio; nos quais as transações eram aceitas assim que fossem transmitidas e assumia-se que seriam confirmadas mais tarde. Essa abordagem, no entanto, é vulnerável a gastos duplos e falhas nas transações devido a condições da rede, enfraquecendo a segurança que se valoriza nos pagamentos em criptomoeda.

Um cartão de débito Dash que funcione nos EUA/UE permanece elusivo

No planejamento de desenvolvimento do Paycent para os dois primeiro trimestres de 2019 está a aquisição das licenças de transmissor de dinheiro tanto para a Europa quanto para a América do Norte. Isto permitirá que os cartões de débito do Paycent sejam usados nesses dois mercados elusivos, oferecendo uma opção para um cartão de débito em Dash.

A disponibilidade de uma opção de cartão de débito que suporte Dash para os EUA e UE tem sido bastante demandada por bastante tempo, com provedores tais como TenX, Wirex e o cartão Dashpay liderado por Charlie Shrem prometendo soluções. Essas opções falharam até agora em se materializar, e cartões anteriormente disponíveis como o ShakePay foram forçados a parar de emitir cartões devido à retirada de suporte pelo emissor WaveCrest Holdings depois de pressão da Visa. Se o Paycent obtivesse licenças de transmissão de dinheiro, isto poderia fechar esta lacuna e oferecer uma solução mais fácil para os usuários de Dash gastarem seus fundos em qualquer lugar.