This post is also available in: frFrançais deDeutsch ruРусский enEnglish

Ontem, a Dash reduziu as suas recompensas de bloco por mais outros 7.14%, o que permite que a rede mitigasse a inflação enquanto suaviza a transição para uma rede baseada em taxas.


A Dash reduz a sua taxa de emissão de moeda em 7.14% a cada 210 240 blocos, o que se traduz para aproximadamente 383.25 dias. Isto vem em comparação com o Bitcoin reduzindo a sua taxa de emissão por 50% a cada 4 anos, um ajuste muito mais brusco que vai liberar 99% de todos os Bitcoins em 2036, 99.9% em 2048 e se aproximar de 21 000 000 de Bitcoins em 2140. A Dash, no entanto, tem um ajuste muito mais gradual que dará tempo para o desenvolvimento da infraestrutura da rede, da tecnologia, e da comunidade para tornar a rede sustentável por taxas.

“A Dash continuará a emitir moedas por aproximadamente 192 anos antes de que um ano inteiro de mineração crie menos do que 1 Dash. Depois de 2209 somente 14 Dashs mais serão criadas. A última Dash demorará 231 anos para ser gerada, começando em 2246 e terminando quando a emissão parar completamente em 2447.”

Como a Dash reserva um máximo de 10% das recompensas de bloco de cada mês para a tesouraria, pode-se delimitar somente um intervalo para o total de Dashs em circulação em 2254. Esse é um mínimo de 17 742 696 Dashs assumindo nenhuma alocação para a tesouraria, e um máximo de 18 921 005 Dashs assumindo alocação completa da tesouraria.

Incentivando operações futuras

A maior parte das criptomoedas é construída em torno de incentivos econômicos, como por exemplo as recompensas para os mineradores fornecerem o poder computacional necessário para verificar as transações, mas as criptomoedas também deveriam oferecer transações a custo praticamente zero para os consumidores, o que causa um desequilíbrio. A ponte entre esses dois atributos são as recompensas de bloco, que criam novas unidades da moeda até que um limite máximo seja alcançado para evitar inflação descontrolada. Como o número de moedas que se podem criar está diminuindo (“halving”) ao mesmo tempo que o poder de hashing está aumentando, está se tornando exponencialmente mais difícil e mais custoso minerar essas novas moedas. O objetivo é que a recompensa pela criação dessas novas moedas possa transferir suavemente o incentivo de recompensa para as taxas de transação próximas de zero conforme a rede cresce, o que tornaria milhões de taxas próximas de zero lucrativas para os mineradores que fornecerem segurança para a rede.

Uma das ferramentas criadas para masternodes — que partilham os 90% restantes das recompensas dos blocos da Dash meio a meio com os mineradores — mostra que ainda haverá retornos anuais significativos pela oferta de segurança para a rede da Dash. Antes da diminuição mais recente da recompensa de bloco, o ROI anual estava acima dos 7%, mas agora está perto de 6.5%, e se espera que fique acima de 2% até 2036. Esses retornos ajudarão a suplementar as taxas de transação durante o crescimento da rede até que as taxas possam sustentar a validação de transações por si próprias.

A Dash está encontrando soluções alternativas

A Dash não está colocando todos os seus ovos numa cesta só, já que a rede está constantemente pesquisando e desenvolvendo novas maneiras de melhorar a rapidez de transação, custos, e segurança. Mais recentemente, a Dash lançou o InstantSend automático, que aproveita a rede de masternodes para permitir que todos possam garantir suas transações em menos de 2 segundos por menos de um centavo. Além disso, a Dash está desenvolvendo o ChainLocks como uma nova maneira de mitigar significativamente os ataques 51%, fixando na blockchain necessariamente o primeiro bloco publicado pela rede. O ChainLocks protege a Dash dos riscos de ataques caso as recompensas de bloco da Dash se tornem baixas demais para incentivar mineradores e masternodes suficientes para manter uma hashrate significativa. Estas melhorias foram possibilitadas por times financiados pela Tesouraria da rede, que utiliza no máximo 10% das recompensas dos blocos de cada mês. Isto também dá à comunidade da Dash mais controle, pois eles podem dinamicamente controlar a taxa de inflação da Dash liberando mais ou menos Dashs para diferentes projetos e times que trazem diferentes oportunidades para a rede. No geral, estes atributos da Dash ajudam a posicionar a rede para, no longo prazo, se tornar dinheiro digital para os consumidores comuns fazendo compras comuns.