This post is also available in: frFrançais ruРусский enEnglish

O Trust Irrevogável da DAO da Dash concluiu sua primeira eleição para os protetores do truste em um momento histórico para os sistemas descentralizados autogovernados.

Recentemente, a rede da Dash votou para eleger protetores do truste para o Trust Irrevogável da DAO da Dash (ou Trust da Dash), a entidade legal com base na Nova Zelândia que é controlada pela rede da Dash e permite que esta tenha posses legalmente. Esta entidade é legalmente proprietária do Dash Core Group, a maior organização abaixo da organização autônoma descentralizada (DAO) e também o maior grupo de desenvolvimento. O protetores do truste dirigem o trabalho do administrador, — que executa a vontade da rede de masternodes — efetuando um controle mais direto sobre os grupos da rede do que uma simples votação dos masternodes poderia fazer.

A eleição dos protetores do trust foi anunciada em Janeiro, com os detalhes e parâmetros lançados em Fevereiro, com o Dash Watch assistindo na auditoria do processo. A votação foi concluída no final de Março e seis protetores do trust foram escolhidos. De acordo com o CEO do Dash Core Ryan Taylor, isto representa uma ruptura clara com o modelo tão comum nas criptomoedas de sistemas com mínima prestação de contas para sua base de usuários:

“Estamos muito orgulhosos desse marco. Nosso modelo contrasta fortemente com muitos outros projetos, em que frequentemente figuram fundações, companhias, ou fundos fundadores sem nenhuma prestação de contas para as comunidades de usuários que eles deveriam servir. No curto prazo, suspeito que a importância do nosso modelo será subestimada. Com o passar do tempo, isso mudará.”

Os ganhadores da eleição de protetores do truste são Pieter Bakhuijzen, Raleigh Barrett, Michael Lewis, Mark Mason, Eric Sammons, e Perry Woodin, membros conhecidos da comunidade e operadores de masternode, assim como membros do grupo de mídia e divulgação Dash Force e da empresa de contabilidade para criptomoedas Node40.

Um momento histórico na evolução da governança de sistemas descentralizados

De acordo com o protetor do truste recém-eleito Michael Lewis, este primeiro passo é um avanço sem precedentes na governança das criptomoedas que trará uma vantagem competitiva de longo prazo:

“A Eleição do Trust Irrevogável da DAO da Dash é ainda mais um ‘feito inédito’ no mundo das criptomoedas. Enquanto outras redes estão tendo problemas para encontrar formas de governar suas redes descentralizadas, frequentemente optando pelas opções ‘nucleares’ dos forks, a Dash — por meio do Truste Irrevogável da DAO da Dash — mostrou que é possível ‘fechar o ciclo’ na ‘questão da governança’, que foi o tendão de aquiles dos projetos de criptomoedas desde o nascimento do Bitcoin há mais de uma década.”

Lewis vê o Truste da Dash como uma inovação que até agora não foi imitada com sucesso em nenhum outro lugar da cryptosfera, e acredita que terá um impacto significativo em como o espaço cresce e como os modelos de governança serão desenvolvidos no futuro, em particular com relação aos sistemas legais atuais:

“Na Dash agora temos um modelo completamente descentralizado de governança com posicionamento legal no mundo real, contabilidade e um dever fiduciário direto para a rede. Esta habilidade de realmente se autogovernar de uma maneira descentralizada e autônoma permanece um desafio elusivo para as outras redes de criptomoedas até agora. A importância desse desenvolvimento inovador pode ser subestimada no curto prazo, mas não tenho dúvidas que o modelo que implementamos na Dash será adotado por muitos outros projetos no futuro e será parte crucial do desenvolvimento do verdadeiro potencial desta incrível tecnologia. A Dash fez história novamente e desenvolvimentos como este vão moldar a evolução das criptomoedas por muitos anos.”

A Dash é a primeira DAO conhecida, tanto completamente descentralizada quanto completamente autônoma, a ser capaz de ser gerida sem controle ou financiamento externo enquanto se mantêm aberta para a participação de qualquer pessoa sem restrição.

O equilíbrio entre anonimato e identidade no mundo real na governança

Um elemento que é visto tanto como um benefício importante quanto como causa para preocupação quanto aos sistemas de criptomoedas é o anonimato, em particular para projetos com funcionalidades melhoradas de privacidade como a Dash. Grandes instituições e governos podem ficar desconfiados em interagir com essa tecnologia, enquanto seus usuários podem se opor a revelar suas identidades no mundo real. O novo protetor do truste Eric Sammons vê a presença no “mundo real” como algo chave para o crescimento da Dash:

“O primeiro e melhor caso de uso das criptomoedas é como moeda, o que significa que ela é usada para comprar itens físicos, do mundo real. Então um projeto de criptomoeda bem-sucedido deve reconhecer isso e trabalhar em interfaces com o “mundo real”. O truste legal da Dash é o exemplo perfeito disso: dá a Dash a habilidade de crescer e se expandir sem ser restringida pela falta de estrutura legal.”

Sammons inicialmente abraçou a anonimidade oferecida pelas criptomoedas, mas viu o benefício de mostrar um rosto por trás de uma tecnologia na qual muitos ainda não confiam:

“No meu primeiro ano ou dois nas criptomoedas, eu permaneci anônimo, e eu acredito que é absolutamente essencial que a habilidade de permanecer anônimo esteja disponível. No entanto, eu senti que para as criptomoedas serem bem-sucedidas no longo prazo no mundo, é necessário que pessoas venham a frente, usem, e as acolham publicamente. Isto traria mais credibilidade entre aqueles que associavam o Bitcoin, a Dash ou outras criptomoedas somente com crime, drogas, etc. Na minha própria experiência, fui capaz de introduzir muitos dos meus amigos na vida real para as criptomoedas porque eles descobriram que eu estava envolvido com elas. Isso não aconteceria se eu tivesse permanecido anônimo.”