This post is also available in: Français Deutsch Русский English

A revolução crypto tomou o mundo de repente. Digo, tomou de uma maneira especulativa, com investidores lutando para comprar com esperanças de grandes lucros. A porcentagem da população global usando moedas digitais descentralizadas nas suas vidas cotidianas é estatisticamente próximo de zero. Como foi que a adoção das criptomoedas acabou sendo uma ilusão, e qual é o elo perdido para um verdadeiro uso econômico?

O caso de uso original das criptomoedas era um dinheiro melhorado resistente a censura… ênfase no “dinheiro melhorado”

O principal atrativo para alguém se importar com Bitcoin ou outras criptomoedas era o seu uso como um dinheiro resistente a censura. Esperava-se que o “dinheiro mágico da internet”, como foi apelidado, superasse o “dinheiro dinossauro” em todos os aspectos. A ideia de resistência a censura, que passou a dominar a narrativa, não tem sentido por si só: resistência a censura? Para que comprar isso só para ele ser resistente a censura? Ninguém estava tentando censurar algo que não estávamos usando para começar. A ideia toda das criptomoedas é se tornarem moedas, para serem usadas no lugar do dinheiro que agora usamos, com a melhoria adicional de resistir a tentativas de censurar sua atividade econômica. Sem o uso como dinheiro é inútil.

“Hodling” paga melhor do que gastar, o que por sua vez estragou o hodling

Infelizmente, incentivos econômicos sempre aparecem para nos dar uma dose verdadeiramente pesada de realidade. Com o passar do tempo, a percepção das criptomoedas como dinheiro do futuro superou sua utilidade atual, e o preço seguiu. Isto foi na época que as taxas do Bitcoin — a moeda com a maioria esmagadora de uso real na época — começaram a subir, destruindo sua utilidade como dinheiro normal. Como resultado, se tornou muito mais lucrativo simplesmente segurar uma criptomoeda e observá-la subindo de valor em vez de tentar usá-la. Por isso, com esse experimento completando nove longos anos, praticamente ninguém está usando criptomoedas para pagamentos.

No entanto, o “hodling” excessivo teve um preço: nomeadamente fazer o preço das criptomoedas despencar. O preço é baseado no uso atual, ou especulativo no uso futuro. Na falta de uso atual, o uso futuro se torna a única fonte de valor, que se torna inteiramente especulativa. A falta de uso no longo prazo acaba desgastando a esperança especulativa de um dia ser usada, o que faz o valor especulativo despencar. Isto diminui o valor do hold para começar. A única maneira verdadeira de garantir valor no longo prazo é aumentando o uso.

Anypay fez à moda antiga: incentivos econômicos

Incentivos econômicos são um forte indicador de comportamento, e os incentivos das criptomoedas priorizavam que elas não fossem usadas para transações. A única maneira de mudar isso, portanto, era realinhar a estrutura de incentivos.

Conheça o Anypay. Como um sistema crypto de ponto-de-venda multimoeda, o Anypay foi mais usado com a Dash devido a sua utilidade oriunda das transações baratas e rápidas. No entanto, só isso não era suficiente para causar uso econômico contínuo, portanto a funcionalidade DashBack foi desenvolvida, que dava um pequeno bônus tanto para clientes quanto para comerciantes um pequeno bônus por cada transação processada pelo sistema. Antes, as pessoas só eram pagas para fazer hodl. Agora, elas são pagas para gastar. Isto deu um incentivo não só para fazer hold no longo prazo, mas também para gastar no curto prazo, assim como adquirir mais, já que ter Dash agora permite que você poupe dinheiro.

Normalmente este tipo de iniciativa só seria viável para uma corporação empregar, perder dinheiro agora para garantir mais negócios e lucros no futuro. O Anypay, no entanto, não é uma dessas corporações e não tem esse modelo de lucros. A Dash, por outro lado, tem uma tesouraria na qual uma porção da recompensa mensal dos blocos é reservada para o desenvolvimento e para outros projetos, em vez dos mineradores receberem tudo. Como resultado, a Dash é capaz de financiar seu próprio programa de incentivos sem depender de financiamento corporativo, que é o motivo de se ver DashBack e não Bitcoin CashBack.

Incentivos temporários redirecionam comportamentos permanentes

A melhor parte dos programas de incentivo temporários é que, se o produto que eles promovem tem seu mérito, eles tendem a resultar em uso permanente. Enquanto gastar Dash pela cidade possa ser uma boa experiência quando as transações são subsidiadas, a mesma experiência vale retirado o subsídio. Mesmo com desenvolvimento ainda básico de ponto-de-venda no momento, a Dash é mais fácil de usar do que dinheiro ou cartão de crédito, assim como mais barato e mais conveniente. Uma vez que a troca foi feita, os benefícios se tornam óbvios.