This post is also available in: Français Deutsch Русский English

O desenvolvedor DashLabsDev do Dash Labs recentemente deu uma breve atualização no Reddit sobre o status do Dash Labs.

Ele começou dizendo que “o desenvolvimento está em curso em múltiplos projetos usando a blockchain da Dash para funcionar”. Ele adicionou que “o time tem trabalhado incansavelmente para fazer a indústria progredir, e eles conseguiram entrar em alguns mercados diferentes e incitar um alto grau de interesse em parceiros em potencial”.

“As inovações em cujo desenvolvimento temos trabalhado estão tendo ‘sucesso de modelo matemático’, isso é, elas estão funcionando no papel e nas simulações. Nossa infraestrutura e ecossistema estão tudo menos completos, mas o progresso que fomos capazes de atingir está disparando em termos de aceleração e sucesso.”

Nos comentários, ele explicou que não houve muitos anúncios porque, em primeiro lugar, eles vêm “trabalhando sem parar” e, em segundo lugar, eles “queriam fazer um progresso significativo antes de fazer quaisquer anúncios, de qualquer natureza”. O DashLabsDev também acrescentou que eles estão “buscando divulgar mais informações em breve” e pediram para “ficar atento para um whitepaper nos próximos meses!”

O Dash Labs está suplementando as habilidades de redimensionamento da Dash

O Dash Labs foi criado pelo fundador da Dash — Evan Duffield — depois que ele deixou a liderança do Dash Core Group e queria ajudar a Dash a “resistir à prova do tempo”, o que inclui a criação de hardware livre para melhorar a robustez e o redimensionamento da rede da Dash. Evan já contou à DFN como ele planeja cumprir esta tarefa.

“O Dash Labs quer criar as primeiras versões livres de vários tipos de hardware diferentes. Nossa meta é ajudar o espaço das moedas digitais a se manter aberto e transparente, enquanto reduzimos as vantagens econômicas da tecnologia proprietária e fechada. Por exemplo, ASICs avançadas de código aberto iriam eliminar a maior parte das vantagens das ASICs desenvolvidas de maneira privada. Como resultado, a centralização da mineração poderia ser significativamente reduzida. Todos os atores econômicos terão condições equitativas, pelo menos quanto às soluções de hardware.”

O Dash Labs trouxe mais membros para o seu time para ajudarem na abordagem de seu ambicioso projeto. Então eles anunciaram que estão buscando um programa para aceleração de hardware com GPU, que torne a rede da Dash ainda mais eficiente.

“O plano agora é começar a implementar um acelerador de hardware baseado em GPU para melhorar a vazão de blocos da rede. Isto significa que nós podemos processar um bloco por vez e centenas de transações, permitindo que os blocos sejam processados em uma fração do tempo pela rede de masternodes. O projeto requer um engenheiro capaz de escrever algoritmos de GPU, o próximo engenheiro que estamos procurando.”

Essas atualizações infrequentes, mas significativas sinalizam que o Dash Labs está trabalhando em tecnologias revolucionárias para tornar a Dash ainda mais útil, robusta e redimensionável para a vida cotidiana. Nesse meio tempo, o Dash Core Group conseguiu redimensionar a Dash para blocos de 2 MB e ilustrar, em parceria com o Laboratório Blockchain da ASU, que a Dash pode facilmente se redimensionar para blocos de 10 MB e aguentar 120 transações/segundo, o que é cerca de metade todo volume de transações atual da rede do PayPal. O Dash Labs e o Dash Core Group estão aproveitando a pesquisa para melhorar continuamente a rede da Dash.

A importância da pesquisa para um novo dinheiro digital

As criptomoedas são um setor muito novo e portanto há só um punhado de indivíduos que são experts no setor. Portanto, a colaboração se torna importante para esse conhecimento se disseminar. A Dash prosperou por ser capaz de criar essas instituições de pesquisa, desde o Dash Labs até o Laboratório Blockchain da ASU para entender completamente as capacidades de redimensionamento da Dash e das criptomoedas sem sacrificar as taxas baixas, as confirmações rápidas, nem a segurança.

O Dash Labs foi possível graças à generosidade e curiosidade do Evan, mas o Laboratório Blockchain da ASU foi possibilitado pela DAO da Dash e por sua comunidade que queria que a Dash fosse propriamente pesquisada para garantir os melhores serviços possíveis. O compromisso com a pesquisa e desenvolvimento demonstram a habilidade da Dash de evoluir para lidar com o aumento no tráfego que a rede está criando concomitantemente com a adoção gerada pelas iniciativas de divulgação.