This post is also available in: Français Deutsch Русский English

A MyDashWallet lançou várias melhorias, incluindo privacidade facilitada e uma poderosa plataforma de gorjetas.

Interface da web inspirada pela MyEtherWallet, a MyDashWallet é uma plataforma financiada pela tesouraria que possibilita uma experiência de carteira online, algo que faltava a Dash por anos. A plataforma também interage com carteiras hardware, permite as funcionalidades de InstantSend e PrivateSend, e oferece uma plataforma de gorjetas poderosa para permitir que usuários façam gorjetas para usuários do Twitter, Reddit, Discord, endereços de email, e mais. A MyDashWallet recentemente lançou uma atualização com algumas melhorias-chave:

“Algumas novas atualizações baseadas nos pedidos dos usuários que tivemos nas últimas semanas:
– Um layout mais amigável para dispositivos móveis (fontes menores no cabeçalho, botões, design atualizado do menu, logo, etc.)
– Trocamos os exploradores externos da Dash (ou nós fomos bloqueados ou eles saem do ar aleatoriamente, o que não é muito bom para nossos usuários) pelo nosso próprio: https://mydashwallet.org:3001/insight (isto também permite que suportemos muito mais funcionalidades no futuro como transações sem confirmação e rastreio imediato de gorjetas, transações, mixing, etc.)
– Lista de endereços melhorada para vários endereços, cada um dos quais é agora selecionável por texto e tem um link Explorar extra para se descobrir mais
– Atualização melhorada do saldo melhorada para outros navegadores (que não firefox ou chrome)
– Resolvido problema do Endereço de índice 0 ser vazio, que alguns usuários com carteiras hardware Ledger reportaram (agora é mais estável)
– Graças à Ledger v1.4.1 o Suporte de Firmware para Browser agora funciona imediatamente e também é muito mais rápido
– O mixing agora tem um Escâner de QR Code, semelhante a importação de Chave Privada e Envio para Endereço (tudo adicionado este mês)
– Vários pequenos consertos”

Particularmente notável é a funcionalidade de PrivateSend e o novo escâner de QR code. Isso constitui a primeira implementação amplamente disponível das funcionalidades melhoradas de privacidade da Dash disponível para ser usada em dispositivos móveis, particularmente com o escâner de QR code adicionado. Esta função não prescinde completamente de confiança, já que usa os nós da MyDashWallet para executar o mixing e transmissão de fundos, no entanto ela é significativamente melhor que as soluções disponíveis agora, e permite que usuários voltados para a privacidade tenham uma solução para isso antes da plataforma Evolution reorganizar a efetividade e usabilidade do PrivateSend.

Privacidade fácil de usar é o santo graal das criptomoedas devido às demandas de um nó completo

Funções melhoradas de privacidade estão disponíveis para várias criptomoedas, no entanto a usabilidade têm sido severamente dificultada pelos desafios inerentes em esconder dados da transação. Moedas com privacidade, seja empregando um mixing como a Dash ou encriptação como o Zcash, Monero, e muitas outras, requerem um nó completo para transmitir sua transação privadamente. Porque carteiras leves (também conhecidas como thin clients) precisam se comunicar com um nó completo para enviar transações. Para se comunicar com o nó, no entanto, certos dados devem ser transmitidos para completar a transação; e, para o nó conseguir lê-los, esses dados não podem ser privados. Qualquer moeda atualmente usando funções de privacidade melhorada em dispositivos móveis, carteiras online, etc., deve portanto ceder um pouco ao confiar seus dados para o nó. Enquanto esse esquema é melhor em relação a nenhuma anonimização, muitas moedas evitam essa abordagem imperfeita pelo potencial de criação de chamarizes usuários voltados para a privacidade com um ponto central de desanonimização.

A Dash por muito tempo teve opções para que os usuários de carteiras leves e carteiras móveis melhorassem sua privacidade além da oferecida por transações regulares. Ao mandar uma transação PrivateSend para uma carteira móvel vazia, a antiga história dessas moedas é apagada. Isso quer dizer que enquanto as transações ainda podem ser ligadas de volta aquela carteira em particular, a origem dos fundos contidos nela permanece desconhecida, dando melhorias significativos em relação ao Bitcoin e outras criptomoedas semelhantes em termos de privacidade. Com as melhorias da MyDashWallet, no entanto, a origem da transação final em si também pode ser escondida, dando uma solução completa e fácil de usar para todos, contanto que o usuário confie nos nós do serviço.

O setor das moedas voltadas para a privacidade está cada vez mais competitivo

A demanda por criptomoedas que ofereçam maiores graus de privacidade está crescendo com o passar dos anos, trazendo uma ampla gama de “anon coins”. Antigamente conhecida como Darkcoin, a Dash foi a primeira grande moeda a oferecer privacidade melhorada, e foi logo sucedida por outros projetos tais como Monero. Desde então, Zcash e uma gama de outros projetos foram lançados, incluindo Verge, que recentemente conseguiu uma integração no gigante do entretenimento adulto Pornhub

Do grupo inteiro, a Dash é provavelmente o único grande projeto que evita a abordagem de encriptação da privacidade, e em vez disso se foca em usar sua rede de masternodes para misturar os fundos dos usuários, ocultando suas origens. Esta abordagem é tomada para preservar a fungibilidade e transparência da rede, melhorar a eficiência e antecipar os desafios que a computação quântica trará para os métodos baseados em criptografia.