This post is also available in: frFrançais deDeutsch ruРусский enEnglish

A videoconferência de recapitulação de 2018 aconteceu esta semana, e está linkada acima. Aqui estão minhas principais conclusões da chamada.

1: A estrutura do Dash Ventures está finalizada

Questões legais acerca do Dash Ventures foram respondidas e ele está no processo de ser formado. Será uma companhia da Ilhas Cayman limitada por garantia e depois da formação, uma estrutura sem dono ou membros assim que formada. Ela será gerenciada por alguns membros estatutários chamados de supervisores, que executarão funções tipicamente reservadas para acionistas, i.e. nomear o conselho de administração. Esta é uma nova estrutura de 2017, e é a primeira vez no mundo que ela está sendo aplicada em uma empresa de investimento. O Dash Ventures dará retornos para a rede comprando e destruindo Dashs para aumentar a escassez e elevar o preço. O Dash Ventures em breve buscará despesas bienais de cerca de 144 000 USD com o Core fornecendo alguns dos fundos iniciais de criação.

2: Os primeiros repositórios da Evolution são publicados, em breve serão lançados novo site e v0.14

O Core publicou dois repositórios da Evolution, JSDPP e DPPSpec, com o objetivo de publicar o resto em breve. Anos de trabalho desenvolvendo a plataforma Evolution em privado agora começaram a serem publicados. Soluções focadas para empresas virão na Evolution, mas não estarão no MVP.

A previsão é que a versão 0.14 — que inclui os LLMQs e, mais importante, o ChainLocks — entre em testnet no primeiro trimestre do ano. A versão 0.13 ainda está sendo adotada pela rede, mas fez progresso substancial.

O tão esperado novo site será lançado em Fevereiro. O site só foi recebido da empresa contratada em meados de janeiro e vem sendo desenvolvido internamente desde então.

3: Rideshare ABEE faz 3 000 corridas por Dash na Colômbia

A companhia de ridesharing integrada com a Dash ABEE fez mais de 3 000 corridas pagas com Dash na Colômbia. Isto foi parte de um teste beta público para testar a Dash como método de pagamento.

4: Carta da SEC/BitGo/Coinbase

A carta de inação da SEC ainda está sendo buscada com pouco de novo para reportar. O desligamento do governo dos EUA pode ter atrasado o processo em vários meses.

Após integração com a Dash financiada pela tesouraria, o BitGo relatou que abriu portas para discussão com muitos clientes seus para integração da Dash, apesar de que detalhes sobre isso não estão disponíveis publicamente no momento.

O Core apresentou uma pedido para a Coinbase, mas ainda não pode revelar as comunicações que estão ocorrendo. A comunidade precisa expressar interesse contínuo em uma listagem na Coinbase para afetar o resultado final.

5: Financiamento e comunicação do Core

O Core aumentou bastante a ênfase em melhores comunicações com todos os setores da comunidade da Dash e com o ecossistema por meio de aparições em podcasts, sessões de Q&A, anúncios regulares de atualizações, posts no blog, etc. como parte de um compromisso para resolver uma velha queixa da comunidade.

Atualmente o Core pede cerca de 60% de toda a tesouraria da Dash, e fez bastantes cortes com vários empregados trabalhando com salário reduzido ou escolhendo abrir mão do pagamento inteiramente. Um preço da Dash de cerca de 200 – 220 USD por alguns ciclos de financiamento permitiria que o DCG reduzisse os pedidos para a tesouraria para abaixo de 60%.

Fundos de propostas anteriores de propaganda foram parcialmente reduzidas devido à desvalorização, parcialmente aplicados para propaganda para aumentar o reconhecimento de marca, e parcialmente aplicados a gastos com viagens e conferências. Parte do orçamento permanece.