This post is also available in: Français Deutsch Русский English

A primeira apresentação dedicada à Dash na Sérvia atraiu, inesperadamente, uma grande multidão e interesse.

No ciclo passado, uma proposta foi aprovada para levar a Dash até a comunidade de TI da Sérvia através de uma série de encontros no setor tecnológico. O primeiro encontro, de acordo com o organizador Nebojsa Jovic, teve um público maior que o antecipado.

“Muito mais. 60 pessoas assinaram o formulário, depois 74 pessoas apareceram no evento na verdade.”

O evento estava acima da capacidade originalmente planejada e sugere que há um interesse mais aguçado no assunto do que o que era originalmente previsto. Este sucesso levou Jovic a planejar mais iniciativas educacionais para divulgar a Dash:

“Para Novembro e Dezembro, planejo apresentar outra proposta para dar sequência aos “planos para Novembro e Dezembro”, que ajudarão a Dash a conseguir mais interesse dentro da TI, com investidores privados e VCs (investidores de risco) mais abertos a ouvir sobre a blockchain e sobre a Dash em si através do Garage Lab, Smart City Challenge, Belgrade Venture Forum, e talvez no IT days por aqui. Cada evento visará uma comunidade diferente: Garage Lab — Blockchain, Internet das Coisas e Impressão 3D; Belgrade Venture ForumStartups, Investidores, entusiastas da Blockchain; Smart City Challenge — Startups, Governança, entusiastas da tecnologia; e, é claro, patrocínio contínuo para a Startup Grind Belgrade como no mês passado.”

Grande Interesse foi Provocado pelo Encontro, Além da Própria Sérvia

A região, depois de propriamente educada, criou mais interesse na Dash por causa do evento. Jovic usou uma comparação em tempo real com a experiência de usuário da Bitcoin para alavancar o interesse na Dash:

“Houve um certo momento depois do evento no qual dois caras vieram depositar alguns bitcoins em um caixa-eletrônico. Me aproximei deles e perguntei se eles tinham ouvido sobre Dash. Eles disseram que sim, mas que não a vinham considerando como opção.Então eu disse: Posso te mandar Dash mais rápido do que você consegue aprovar seu depósito de Bitcoin. Enquanto esse depósito era processado, falei com eles. Eles instalaram a carteira, mandei algumas Dashs para eles, dez minutos antes que eles conseguissem sua confirmação do Bitcoin. Eles se juntarão a mim no próximo encontro.”

Além da própria Sérvia, o interesse em hospedar eventos Dash se espalhou para regiões adjacentes. De acordo com Jovic:

“Para falar a verdade um cara me abordou e perguntou se posso organizar um encontro Dash na Macedônia, já que eles não têm uma grande comunidade de trading e investimentos em criptomoedas, mas têm uma de mineração. Contei para ele que o financiamento está aberto a todos, então não vejo por que eu iria organizar um evento Dash lá quando ele poderia requisitar financiamento também. Mas ele insistiu que eu o fizesse já que tinha experiência com organização de eventos.”

Entusiasmo em continuar promovendo a divulgação da Dash

De acordo com Jovic, o entusiasmo para promover Dash na sua região o levou a tomar riscos pessoais, apresentando a proposta e arriscando fracasso, mesmo sendo novo na comunidade:

“Estava tão entusiasmado em querer espalhar a notícia sobre a Dash para a comunidade local que até arrisquei que minha proposta falhasse já que sou novo na comunidade e as pessoas não sabem nada sobre mim. Então eu tentei dar toda informação possível sobre mim na proposta, no fórum, no Slack e nas afterparties do [Dash Force News] 3 Amigos.

Ver pessoas além das que se inscreveram é um bom sinal de que existe um grande interesse em criptomoedas aqui e que é uma ótima hora para a Dash dar um passo em frente aqui posicionando alguns caixas eletrônicos, fazendo terminais de pontos de venda locais, ter pessoas começando a usá-la diariamente trará uma vantagem enorme sobre o BTC e sobre as outras moedas.”

Através do seu envolvimento, Jovic vê o valor a longo prazo e o futuro da Dash continuando a crescer:

“Em geral, depois de ser parte disto por algum tempo e ter monitorado seu progresso, a Dash se tornou uma segunda Bitcoin em termos de investimento: Só comprar, nunca vender. Sabendo que a Evolution está logo ali na esquina, eu sei que a Dash terá um futuro brilhante.”