This post is also available in: Français Deutsch Русский English

A Rede Dash patrocinou o grande lutador de MMA Rory MacDonald, marcando provavelmente o maior patrocínio de um atleta por uma criptomoeda até agora.

Rory MacDonald é um dos lutadores de MMA de maior ranking, atualmente competindo no meio-médio sob a promoção da Bellator. Ele detém um recorde de 19-4 com vitórias sobre lutadores de elite do UFC tais como Demian Maia, Nate Diaz, BJ Penn, e outros incluindo o campeão dominante no meio-médio Tyron Woodley. MacDonald apresentou uma proposta de financiamento por um patrocínio de 250 000 USD ante a rede de masternodes, que passou com 899 Sim/233 Não/8 Abstenções.

De acordo com MacDonald, sua jornada para as criptomoedas começou com seu treinador, e ele acredita que veremos incursões significativas da Dash e das criptomoedas no mundo do MMA:

“Em 2014 eu fui apresentado ao Bitcoin pelo meu treinador Firas Zahabi na semana que estava lutando com Tyron Woodley. Desde de então nós continuamos interessados no espaço das criptomoedas, a acabou acontecendo que o Jeff Smith [da Dash] e o Firas tinham se juntado para fazer um projeto junto com a Dash. Desde então Firas conectou a mim e ao Jeff. Tudo se encaixou organicamente enquanto trabalhávamos em uma proposta para a minha próxima luta patrocinada pela Dash. A comunidade realmente se uniu com a ideia e eu acredito que isso é só o começo da conquista Dash da comunidade de criptomoedas no MMA.”

“A Dash tem uma presença crescente no mundo do MMA”

Firas Zahabi, o treinador de MacDonald que o iniciou no mundo das criptomoedas, acredita que buscar um patrocínio da Dash foi uma jogada inteligente da parte de MacDonald:

“Rory é um sábio homem de negócios! As moedas digitais são o futuro, seu valor só continuará subindo!”

Não é a primeira vez que Zahabi une os mundos das criptomoedas e das artes marciais, ele já organizou torneios de luta com prêmios em criptomoeda numerosas vezes para lidar com dificuldades regulatórias locais. Na preparação para a luta Mayweather-McGregor ele ofereceu um prêmio de 10 000 USD em Dash para quem melhor previsse a hora e maneira exata com a qual a luta terminaria.

A Dash também notavelmente patrocinou o lutador de MMA Davis dos Santos, apesar de que isto foi feito por meio de doações individuais e não fundos da tesouraria. Zahabi acredita que esta tendência irá continuar, com mais lutadores escolhendo as criptomoedas como meio de pagamento:

“Sim, eu acho, mais e mais lutadores irão querer serem pagos via criptomoedas; não só porque o valor fica subindo, mas também porque é bem mais eficiente que os bancos tradicionais.”

O CEO da Bellator Scott Coker está feliz com a nova parceria, e irá investigas as possibilidades da Dash para a companhia:

“As criptomoedas definitivamente conseguiram a atenção das pessoas recentemente e estamos animador em ver a Dash entrar no espaço do MMA com esse patrocínio do peso-médio da Bellator Rory MacDonald. Explorando novas categorias e oportunidades para integração sempre foi uma chave para o crescimento e desenvolvimento de parcerias esportivas. Estamos sempre abertos para novas e animadoras ideias, e as criptomoedas são algo que estamos interessados em explorar para ver se são potencialmente a escolha certa para a Bellator.”

O tesouro significativo da Dash a permite “lutar acima da categoria de peso”

Patrocínios como esses são possíveis devido ao grande tesouro da Dash, que totaliza até 10% das novas moedas produzidas todo mês. No momentos isso é igual a 6 651.85 DASH, ou 7.89 milhões de USD nos preços atuais. Enquanto o patrocínio de MacDonald é uma quantia significativa, ela ainda veio abaixo de 5% do orçamento total do mês. Enquanto o ecossistema amadurece, uma grande quantidade de atores de várias indústrias poderiam potencialmente se juntar a Rede Dash.