This post is also available in: frFrançais deDeutsch ruРусский enEnglish

O Dash está se aproximando do final do ciclo de votação para a eleição dos supervisores da Dash Investment Foundation (2 de Julho 23:59 UTC), que vai selecionar seis supervisores para garantir que a fundação está fazendo bons investimentos pela rede.

Ryan Taylor, CEO do Dash Core Group, apareceu no podcast para discutir vários aspectos da Dash Investment Foundation (DIF). No podcast, ele fez a ressalva em várias respostas que, qualquer que seja a sua opinião sobre como a DIF deva fazer investimentos, ela é irrelevante pois essas decisões serão feitas por diretores e supervisores eleitos pela rede. O Ryan estará envolvido no início simplesmente para oferecer conselhos e suporte de transição.

“Deixe-me adicionar a ressalva que a minha resposta é irrelevante. O que quero que aconteça é irrelevante porque isso foi projetado intencionalmente para ser controlado pela rede pelos supervisores. … Você deve eleger as pessoas que estão representando o ponto de vista que você tem acerca de como isso deve ser feito.”

Isso demonstra o desejo da Dash de manter os métodos de financiamento pelo menos um pouco descentralizados e prestando contas à rede. Ryan também explorou o pensamento que tanto se a rede quiser buscar investimentos arriscados para tornar a rede uma fundação financeira, ou investimentos de baixo risco para tornar a rede melhor pelo desenvolvimento da comunidade e do código. Isto também será de acordo com os diretores e supervisores da DIF, mas a hipótese do Ryan é que “baseado nos comentários da comunidade e dos supervisores que vi, [a DIF] vai se focar em aumentar as capacidades da rede e não tanto em retornos absolutos de investimento.

Novas possibilidades de investimento para a rede e para os participantes

“O sistema de bolsas só pode te levar até um certo ponto. O sistema de bolsas funciona muito bem para custos centrais ou áreas que não devem gerar lucros, como criação de código (como o que fazemos), mas quando o assunto é financiamento de startups e outras coisas, definitivamente há um mecanismo diferente aqui.”

Ryan explicou as vantagens de um sistema de investimento de livre mercado, movido a incentivos, para garantir que as demandas da rede são atingidas. O Ryan também discutiu como os supervisores serão responsáveis por resolver a questão de como lidar com os lucros/dividendos dos investimentos feitos. Ryan também explicou os benefícios de “queimar os lucros” para tornar o Dash mais escasso em vez de enviar os lucros diretamente para a rede, ou investindo na rede.

“Eles poderiam escolher trancar esses fundos em Dash ou realmente destruir os Dashs. No ato de destruição do Dash, o que você está fazendo, essencialmente, é remover parte do suprimento do mercado. Fazendo isso, você torna o Dash mais raro; e, sendo todo resto sendo igual, a capitalização de mercado se mantendo igual, isso significa que um preço mais alto por Dash do que normalmente seria. … É um pouco parecido com uma recompra de ações. Companhias fazem recompras de ações para que haja menos ações no mercado.”

A queima ou, como chamada pelo Ryan, recompra de Dash ajuda a distribuir os lucros de bons investimentos para todos os detentores de Dash em vez de somente os Masternodes ou indiretamente por meio de melhorias para a rede.

O Dash está investindo no seu futuro

A Fundação Dash de Investimento é a última iteração das novas inovações do Dash, que o tornarão mais robusto durante baixas no mercado. A Tesouraria da DAO do Dash ajudou o Dash a crescer significativamente nos últimos anos, financiando grupos de divulgação na comunidade e programadores, mas ainda tem pontos fracos, pois não possui participação nos lucros dos negócios de uma pessoa e em vez disso espera que as melhorias do empreendimento para a rede vão impulsionar a usabilidade e o valor do Dash o suficiente para compensar a bolsa inicial de investimento. Além disso, apesar do Dash ter uma adoção significativa, até que o Dash se torne mais comumente usado, muitas propostas de tesouraria na DAO são avaliadas em dólares americanos ou outras moedas fiduciárias em vez de Dash, o que causa stress no tesouro durante as baixas no mercado. A Fundação Dash de Investimento permite uma maior flexibilidade nos investimentos e no gerenciamento de dinheiro durante esses períodos difíceis.