This post is also available in: frFrançais deDeutsch ruРусский enEnglish

A Dash aumentou sua projeção na Sérvia, incluindo uma apresentação para milhares de pessoas na conferência Future Park.

Este ano, a Dash financiou um patrocínio do Belgrade Venture Forum, assim como do Smart City Challenge — uma aceleradora de startups que premia ideias para startups e outras iniciativas. A premiação total incluía 20 Dash para o ganhador. Nos valores atuais, esse prêmio vale quase 25 000 USD.

Além disso, a Dash se apresentou na Future Park, a maior feira da Europa de tecnologia para o consumidor. Ela incluiu jogos de VR/AR, gadgets, novos produtos de tecnologia, participação de YouTubers, gamers, et al. A apresentação alcançou uma multidão estimada de 2 000 pessoas.

Conversamos com o líder da Dash Sérvia Nebosjsa Jovic sobre seus esforços recentes de promoção da Dash na Serbia.

Dash Force News: Como está a recepção da Dash em particular, depois que os participantes descobrem o diferencial dela?

Nebojsa Jovic: Bem, nada mudou em relação à primeira vez. Ainda tem o efeito “Wow”. Ainda mais quando era alguém que já usava Bitcoin. Mas depois disso, eu os mostro a razão para eu estar promovendo a Dash aqui e por que eu acredito que é o futuro dos pagamentos.

Que ações você vê as pessoas que você introduziu à Dash tomarem? Elas buscam conhecer mais? Elas tentam descobrir onde podem gastá-la? Elas simplesmente querem investir?

NJ: Primeiramente vem o investimento: como comprá-la, onde comprá-la e quando comprá-la. Depois vem o processo de descobrir mais sobre ela: por que estou promovendo ela, por que acredito nela, como certificarei parcerias onde elas poderão adquirir e gastar Dash em situações na vida real. Em terceiro elas perguntam se podem comprar comida, bebidas ou qualquer coisa com Dash, o que é uma boa pergunta.

Então estou atualmente em uma situação onde estou promovendo a Dash com nenhuma integração com quaisquer lojas e restaurantes aqui, mas as pessoas estão ouvindo sobre ela, e querem experimentá-la. Então o que quero fazer é um sistema de PoS para que possamos trabalhar legalmente, comprar algumas ATMs onde as pessoas possam trocar denários sérvios por Dash, fazer um sistema de microempréstimos que pode ser usado em lojas onde implementamos os sistemas de PoS mencionados, e fazer uma casa de câmbio interna que será usada pelos nossos produtos mencionados acima. Esse é o plano para a próxima proposta na verdade. Então, se bem-sucedida, o entusiasmo com as criptomoedas em geral irá atrair usuários como um imã. E uma vez que eles usem Dash para comprar coisas do dia-a-dia, eles estarão fisgados. E teremos um ecossistema inteiro pronto.

Qual a maior dificuldade ou empecilho que você encontrou?

NJ: Até agora, foi registrar a companhia que desejamos para fazer tudo que mencionamos devido às regulações das criptomoedas. Temos dois advogados e um especialista em finanças trabalhando em uma solução para registrar a companhia legalmente e trabalhar aqui como uma entidade legal. Por enquanto não tivemos boas notícias, mas também não tivemos más notícias.