This post is also available in: frFrançais deDeutsch ruРусский enEnglish

A Dash Venezuela recentemente organizou sua 11a Conferência Dash, 9a Cidade Dash e 8o Workshop Jornalístico no Centro Cultural Chacao em Caracas, na Venezuela.

O primeiro dia da conferência começou com um workshop para 12 jornalistas locais. O time de comunicações da Dash Venezuela começou o workshop discutindo “os tópicos e participantes da atividade, a fundadora da Dash Caracas, Eugênia Alcalá, os patrocinadores da 11a conferência, o Kripto Mobile, e dois casos de sucesso dos empreendedores”. Ambos os empreendedores conversaram com os jornalistas sobre sua experiência usando Dash como parte do seu negócio e como eles estão rapidamente expandindo e integrando a Dash em suas operações; um até paga o seu fornecedor de tomates em Dash.

No dia seguinte foi a conferência em si, intitulada “Marketing de produtos básicos e serviços nas criptomoedas: Novos modelos de negócios”, que cobriram o empreendedorismo e integração da Dash e das criptomoedas nos negócios. A conferência recebeu 132 pessoas no total e revelou pela primeira vez o celular KRIP, que é o primeiro telefone com uma carteira Dash pré-instalada. Uphold, a casa de câmbio de criptomoedas e também um dos patrocinadores do evento, falou sobre seu envolvimento na Venezuela e sobre sua inclusão do celular KRIP. Depois da conferência, a Cidade Dash foi aberta onde os conferencistas poderiam comprar bens e serviços de empreendedores locais com suas próprias Dashs ou as 0.0166 Dashs que receberam. Fotos do evento retratam o quanto as pessoas se divertiram na conferência.

A Dash cresce com divulgação na comunidade

A Dash Venezuela exemplifica como crescer a Dash através de divulgação na comunidade e envolvimento educando indivíduos sobre a Dash e sobre como a Dash pode beneficiar suas vidas. Esta iteração mais recente da conferência mostra sua estratégia de divulgação com o workshop jornalístico para ensinar aos jornalistas mais sobre a Dash e sobre como ela beneficia empreendedores e indivíduos de maneira que eles possam melhor representar e discutir a Dash em suas coberturas futuras. A conferência também foi capaz de educar consumidores e empreendedores sobre a Dash e sobre como ela está impactando as vidas dos Venezuelanos, por exemplo o novo celular KRIP que vai permitir que os venezuelanos comecem a usar a Dash de maneira ainda mais fácil. A Eugênia Alcalá, fundadora da Dash Venezuela e da Dash Caracas, deu então uma palestra para destacar que “o que queremos atingir e que cada Venezuelano saiba o que é a tecnologia blockchain, o que é a Dash e como usá-la em sua vida cotidiana”. O evento também recebeu José Manuel Da Silva, cofundador da Dash Maracay e Presidente da Câmara da Indústria do Estado de Aragua que discutiu o crescimento que eles estão observando na sua região.

“2% dos nossos clientes usam a Dash como forma de pagamento, nós esperamos levar isso para mais de 50%”

A conferência teve então uma sessão de perguntas e respostas com os apresentadores para ajudar a esclarecer quaisquer perguntas restantes que os participantes tivessem sobre a Dash. Finalmente, a Cidade Dash fechou o evento com 26 comerciantes que só aceitavam Dash para vender “comida, bebida, roupas, acessórios, arte, suporte técnico, turismo, organizações sem fins lucrativos, e mais”. No total, havia 132 pessoas que compareceram à conferência e fizeram 938 transações na Cidade Dash durante o evento.

A Dash está explodindo na Venezuela por conta de soluções para o mundo real

A Dash testemunhou uma adoção recorde na Venezuela com mais de 1 000 comerciantes aceitando Dash, muitos dos quais foram adicionados poucos meses atrás. Uma boa parte da adoção pode ser atribuída à usabilidade no mundo real da Dash por conta das suas transações extremamente baratas e rápidas que permitem o uso por consumidores e comerciantes nas transações cotidianas. Os comerciantes não querem pagar taxas extras por transações, nem os consumidores, eles também não querem ter que esperar 10 minutos por confirmações de bloco para evitar riscos de gasto duplo. A Dash permite transações por frações de centavos (USD) e tem um tempo de confirmação de bloco com uma média de 2.5 minutos. Além disso, por um pouco mais de um centavo (USD), os consumidores e comerciantes podem conseguir confirmações instantâneas com o InstantSend. Esses serviços são todos vastamente superiores e providenciam uma alternativa realista para o Bolívar hiperinflacionário que assola o país com sua imprevisibilidade e insegurança.

Claro, independente do quão boas são as ofertas da Dash, uma boa parte da sua adoção se deve ao trabalho duro da Dash Venezuela, seus afiliados, e todos os seus membros por educar os locais sobre a Dash e sobre como ela pode beneficiar suas vidas. Muitos dentro da Venezuela estão trabalhando de mais para separar um tempo de suas vidas ocupadas para descobrir a Dash e aprender como ela pode beneficiá-los, mas a comunidade da Dash Venezuela reduziu essa barreira de entrada. Esses grupos de divulgação na comunidade, além dos grupos como Dash Merchant, Dash Help, Dash Colombia e outros foram capacitados pela Tesouraria da DAO da Dash e pela generosa comunidade da Dash. O processo inteiro de adoção na Venezuela exemplifica como a Dash é capaz de aplicar seus avanços tecnológicos e sua comunidade persistente e inovadora para ajudar indivíduos necessitados pelo mundo.