This post is also available in: Français Deutsch Русский English

A Dash adicionou três novas integrações: o processador de pagamentos online GoCoin, a firma de publicidade social Strike Social e a companhia de recarga de celular Piiko.

GoCoin é um processador de pagamentos online facilitando pagamentos em criptomoedas para negócios online incluindo integrações com processadores online tais como o WooCommerce. Usuários proeminentes incluem a plataforma de viagens aéreas CheapAir, a grande empresa de entretenimento Lionsgate, e a proeminente companhia imobiliária RE/MAX. A integração iria permitir à Dash ser facilmente aceita por negócios tais como esses.

O CEO da GoCoin Margot Ritcher vê a Dash como uma das maiores criptomoedas para pagamentos, e enfatiza os grandes produtos e serviços do cotidiano que agora podem ser comprados com Dash como resultado dessa integração:

“GoCoin foi uma pioneira nos pagamentos com altcoins. Nós percebemos bem cedo que o mundo passaria a ser multi-chain, multi-moeda e desenhamos nossos sistemas desde o início para acomodar novas moedas conforme elas forem emergindo. Nós estamos trabalhando com a Dash porque temos um alto grau de confiança com o time Dash e somos fãs da fórmula da recompensa de mineração não apoiar somente os mineradores, mas também um ecossistema saudável de provedores de serviços. Nós olhamos para a Dash como uma das melhores moedas para transações no futuro. Nós já processamos mais de cinco mulhões de transações com 500 comerciantes, e estamos animados em anunciar que as pessoas agora podem comprar voos, ingressos de cinema, casas e outros serviços e produtos usando Dash.”

O CEO do Dash Cores Ryan Taylor vê a oportunidade apresentada pela integração com um processador eficiente e flexível. Também vê benefícios para indústrias, aceitando pagamentos como Dash, elas estão imunes a problemas com estornos:

“Nós estamos honrados em estar trabalhando com essas três grandes companhias, cada uma delas com seu próprio caso de uso em ascensão. Para início de conversa, a GoCoin já é uma líder em providenciar serviços de moedas digitais para comerciantes, então nós acreditamos que eles serão um grande parceiro para ajudar a expandir a aceitação da Dash por comerciantes. Eles tornam a aceitação de moedas digitais fácil, com plug-ins, integrações e APIs para a maior parte dos carrinhos de compras desde WooCommerce até o Shopigy. GoCoin oferece um grande serviço e toma conta de tudo de maneira que o comerciante simplesmente recebe um depósito para sua conta bancária por uma taxa baixa de 1%. O melhor de tudo é que não há estornos ou fraudes, o que torna a GoCoin especialmente valiosa para indústrias com altos índices de estornos, como nutracêuticos, viagens online, serviços de encontros, entre outros. Nós não poderíamos estar mais animados sobre essa adição ao ecossistema Dash.”

Strike Social e Piiko trazem a Dash para a publicidade social e recargas móveis

Além da GoCoin e das possibilidades abertas por sua integração, a Dash também foi integrada em mais duas companhias. Strike Social, a maior firma de otimização para YouTube com clientes tais como Xbox, Coca Cola, e Netflix, integrou a Dash como maneira de aliviar a dor de cabeça de processar pagamentos internacionais em uma variedade de moedas, de acordo com o presidente e co-fundador Patrick McKenna:

“É difícil expressar quão trabalhoso, delicado e caro é para uma companhia operar através de fronteiras com moedas fiduciárias. O custo de gerenciar uma operação global com seu próprio departamento de contabilidade e finanças é difícil, e na maior parte dos casos, você tem que contratar especialistas em impostos locais em cada país para te ajudar a cumprir as leis para manter acesso aos serviços bancários. Adicionar a Dash como pagamento nos traz o resto do mundo, e com as taxas negligenciáveis de transação, é um homerun para nós e para nossos clientes.”

Finalmente, a Piiko é uma companhia oferecendo recargas para serviços de celular pelo mundo, ela recentemente suspendeu pagamentos em Bitcoin até segunda ordem, enquanto integra pagamentos em Dash. O Fundador Segey Yusupov vê a Dash tanto como uma alternativa mais segura e muito mais barata aos sistemas bancários tradicionais:

“Top-ups através da Piiko contornam as taxas típicas de 3-5% que são cobradas para o consumidor quando se usa serviços similares baseados em cartões de crédito. O melhor de tudo, Piiko é seguro, confiável e os usuários não correm risco de roubo de identidade como eles estariam quando usando um cartão de crédito. Nós estamos muito animados para integrar a Dash como uma forma de pagamento para nosso número crescente de clientes.”

Taylor também vê a oportunidade para ajudar usuários de celular que têm dificuldades financeiras ou residem em áreas menos desenvolvidas do mundo. Estes formam a principal clientela para recargas de celular:

“Quando você olha para o perfil dos usuários de celular pré-pagos, eles tendem a não ter acesso a crédito ou residir em países onde os salários são baixos. Em todo caso, esses são clientes para os quais evitar taxas de cartão de crédito ou débito pode fazer uma diferença significativa. Eu antecipo que a Dash será uma opção extremamente popular no serviço Piiko, por causa das taxas baixas e transações rápidas. O serviço também torna muito mais fácil para trabalhadores vivendo no exterior fazerem pagamentos para dar suporte para suas famílias na terra natal, e garantem que eles mantenham comunicação com seus familiares. Em último lugar, a Piiko torna fácil para viajantes para recarregarem seus serviços de qualquer lugar, tanto para pagar por serviços temporários quando viajando, quanto para seus serviços de celular na sua terra natal.”

A corrida próxima da Dash para a Evolution, e com sorte maior adesão

A Dash está num surto de integrações nas vésperas do lançamento da plataforma Evolution este ano. Atualmente, a DiscoverDash lista 624 comerciantes e contando. Além da lista impressionante e crescente de integrações, a Dash também foi uma patrocinadora platina da North American Bitcoin Conference, exibindo de maneira dominante sua marca na maior conferência de criptomoedas do mundo.