This post is also available in: frFrançais deDeutsch ruРусский enEnglish

Desde que passaram a sua proposta de orçamento, o time do Auxílio Dash Venezuela esteve preparando um escritório e construindo os postos de trabalho necessários, contratando pessoal para o atendimento ao consumidor, pessoal de supervisão, e pessoal de treinamento. A primeira entrega do projeto — um escritório funcional e um pessoal completo pronto para trabalhar — foi adiada por uma semana. No entanto, de acordo com o líder do projeto Alejandro Echeverria, a central de atendimento estará pronta para começar as operações em 9 de Abril.

Dando continuidade

A ideia para o Auxílio Dash Venezuela começou a surgir quando Echeverria participou de algumas conferências feitas pelo time de Caracas. Enquanto estava nelas, ele encontrou pessoas que estavam intrigadas com o conceito da Dash, mas foram embora com perguntas sem resposta. Ele percebeu que poderia fazer os esforços venezuelanos da Dash mais bem sucedidos se, uma vez que o pessoal do Dash Caracas interessasse as pessoas na moeda, houvesse um time de pessoas para dar continuidade à ideia.

Enquanto participava de uma dessas conferências, Echeverria fez algumas perguntas e descobriu que a maioria esmagadora dos participantes estavam interessados, mas ainda tinham várias perguntas sobre a Dash, e ainda não se sentiam completamente confortáveis usando-a. Ele também descobriu que a maior parte dessas pessoas preferia receber suporte por meio de um call center. Várias pessoas também desejavam um chat ao vivo ou a opção de suporte por e-mail.

Ajudando outros times

O time do Auxílio Dash Venezuela vê seu papel como o de um verdadeiro auxiliar, tanto para indivíduos venezuelanos interessados em criptomoedas quanto para outros projetos da comunidade lançados pela tesouraria. Echeverria já disse que seu time irá prover suporte para várias outras propostas patrocinadas pela comunidade, se elas forem aprovadas.

Echeverria prometeu suporte presencial para Juventude Dash Venezuela, Dash Guayana e Dash Maracay, se essas propostas forem financiadas. Em certo sentido, o Auxílio Dash Venezuela agirá como um multiplicador de força, ajudando outros times venezuelanos a fazerem seus trabalhos melhor, e dando um acompanhamento e acolhimento crucial para novos usuários da Dash.

O maior risco

O maior risco para o projeto, de acordo com Echeverria, é que o preço da Dash continue a cair. A proposta estava originalmente orçada para um preço de 499 USD por Dash (contando com a reserva de volatilidade de 20% que foi incluída). Dado que a Dash caiu para 360 USD, o time do Auxílio Dash Venezuela pode não ter fundos suficientes para suas necessidades, em particular se haver mais quedas. Ainda assim, Echeverria mantém a esperança de que o mercado crypto irá dar meia-volta em breve, e mesmo que ele não dê, planeja reduzir o escopo do projeto se necessário.