This post is also available in: frFrançais deDeutsch ruРусский enEnglish

A Dash lançou seu logo e branding revigorados depois de um animado debate na comunidade.

Este ano, a rede Dash entrou em um amplo debate sobre o seu branding visual, e uma decisão foi feita para atualizar o logo original para um aspecto que tivesse um apelo mais voltado para o grande público. O logo resultante foi lançado esta semana, junto com guias básicos de identidade visual:

O logo e branding da Dash permaneceram os mesmos em grande parte, só com um estilo atualizado para dar uma sensação mais limpa e profissional. Tanto o visual quanto o branding da Dash se atualizaram várias vezes nos últimos quatro anos, da breve Xcoin até a mais familiar Darkcoin, e depois Dash sob a identidade visual mais antiga.

Um debate intenso na comunidade e um imprevisto resultaram numa batalha tripla de logos

O logo e branding atualizados vieram depois de um debate vigoroso na comunidade que resultou em uma decisão de três vias, que não era antecipada na abordagem inicial da atualização do design.

Logo proposed by Ogilvy and Mather

Inicialmente, o Dash Core apresentou uma proposta de financiar uma campanha abrangente de marketing e branding com a Ogilvy and Mather uma das top 5 na indústria. A proposta foi financiada esmagadoramente, e no curso dos próximos meses novas ideias de logo foram desenvolvidas e refinadas internamente, com a proposição final de logo feita neste outono. Entretanto, membros da comunidade introduziram a firma de branding Tharp and Clark para a discussão de rebranding, que por sua vez pensou em uma outra atualização do logo.

Este desenvolvimento resultou em três logos diferentes na mistura: o logo original, o da Ogilvy and Mather e o da Tharp and Clark. Duas propostas foram apresentadas aos masternodes para votação, com um voto minoritário para ambos indicando que o logo e branding iniciais eram os favoritos. A opção da Tharp and Clark ganhou, apesar de não o ter feito com uma grande margem inicialmente, resultando em um voto de confirmação para esclarecimento, assim como uma proposta de financiamento separada para pagar a Tharp and Clark por um branding completo para o novo design do logo.

O debate do logo ressalta tanto a descentralização quanto eficiência do processo de governança da Dash

O processo de atualização da logo se destaca como um dos exemplos mais proeminentes e ilustrativos da organização descentralizada autônoma (DAO) da Dash em ação. A maior entidade abaixo da DAO, o Dash Core, se envolveu com a Ogilvy and Mather para apresentar uma proposta de rebranding, no entanto outros elementos da comunidade introduziram a Tharp and Clark, que acabou ganhando solidamente no final. Isso demonstra não só a descentralização do sistema, onde os elementos da comunidade ganharam do que poderia ser considerada a “liderança”, mas também o consenso. Apesar do debate em torno do rebranding ser inicialmente vigoroso, depois de posto a voto praticamente todos os debates cessaram conforme a decisão foi finalizada pela rede em si.

O mecanismo forte de consenso e governança da Dash a diferencia dos outros projetos, e a percepção da importância disso está crescendo no espaço. A Investopedia recentemente destacou a Dash por conta do seu sistema de governança, e a comunidade do Bitcoin Cash recentemente discutiu financiar o desenvolvimento com uma porção das recompensas de mineração, sujeitos a proposta de um voto. O Cardano admitidamente se baseou em elementos da DAsh, e várias outras moedas adotaram modelos similares.