This post is also available in: enEnglish

Enquanto 2018 foi caracterizado por muitos como o ano de uma das quedas mais duras no mercado das criptomoedas até hoje, a rede da Dash passou por um crescimento recorde no decorrer do ano em termos de desenvolvimentos e adoção. A Dash tomou posse do posto de criptomoeda mais utilizada para pagamentos no comércio, com dados de transação de longo prazo evidenciando isso, e também recebeu milhares de comerciantes e dúzias de novas integrações. Em todas as métricas afora capitalização de mercado e preço, 2018 foi um sucesso retumbante para a Dash.

Adoção

A vitória mais significativa para a Dash em 2018 sem dúvidas foi a adoção dos comerciantes, com um rápido crescimento no número de empresas que a aceitam pelo mundo. De acordo com o site de listagem de comerciantes DiscoverDash, pouco mais de 500 comerciantes conhecidos aceitavam Dash no final de 2017. Agora este número cresceu para 4 692 no momento da escrita, totalizando mais de 4 000 novos comerciantes adicionados este ano.

Venezuela

A maior história de sucesso da Dash até agora foi na Venezuela, um país assolado com problemas econômicos e hiperinflação, frequentemente apontado como o caso de uso perfeito para uma criptomoeda. Partindo de 100 comerciantes no início do ano, agora a Venezuela chegou ao impressionante número de 2 553 comerciantes listados no DiscoverDash, mais de metade do total global. Isto inclui franquias locais como as lojas de departamento TRAKI, Subway, Papa John’s, e Church’s Chicken. O país também foi o destino da maior parte dos celulares 66,000 KRIP mobile — smartphones de baixo custo pré-instalados com aplicativos da Dash tais como a carteira oficial, Bitrefill, e DiscoverDash, assim como uma pequena quantia de Dash. Os times profissionais em campo incluem um centro de suporte ao vivo e uma campanha intensa de marketing, incluindo uma campanha com digital influencers. Um curto documentário foi feito ano passado mostrando a explosão da Dash na região, que foi rapidamente tornado obsoleto devido à rápida taxa de adoção. Não é de se admirar que a Venezuela seja a maior fonte de downloads da carteira da Dash no mundo.

Colômbia

A vice-campeã em adoção dos comerciantes este ano foi a Colômbia, graças ao seu impressionante time de divulgação. Atualmente o país se posiciona no terceiro lugar global com 346 empresas conhecidas aceitando Dash, rapidamente se aproximando dos 531 na área bem maior dos Estados Unidos. Isto é particularmente importante devido à proximidade e relacionamento da Colômbia com a primeira colocada em adoção da Dash, a Venezuela, indicando que nós devemos ver uma massa crítica sendo atingida na América Latina começando em 2019.

Integrações

Na frente de integrações, a Dash teve dúzias de resultados em 2018. Muitas dessas provavelmente não foram percebidas ou registradas devido ao fato de que a Dash é um sistema descentralizado e qualquer empresa ou serviço pode utilizá-la sem anunciar publicamente. Dito isto, registramos 66+ grandes integrações em 2018, incluindo 38+ casas de câmbio e 10+ processadores de pagamentos, com uma variedade de serviços especiais como carteiras, soluções de cartão de débito, plataformas de vales-presente e mais.

Casas de Câmbio/Corretoras

A Dash foi adicionada a dúzias de novas casas de câmbio e portões de entrada, facilitando muito o fluxo de moedas pelo mundo. As mais notáveis foram Digifinex e IDAX, que foram ranqueadas respectivamente em 4º e 10º em volume ajustado de negociações. Outras casas de câmbio adicionadas incluem RealExchange, Bitbns, CoinCola, Panda Exchange, BuyCrypto, CoinvertIt, OmniTrade, eBitcoinics, CoinOyo, DeVere Crypto, ACX, SouthXChange, Styx24, NegocieCoins, BitIt, BitInka, and BitcoinVN. A Dash também foi adicionada a vários serviços de corretagem, incluindo Mercury Cash, Kurecoinhub, Paycent, SlithEx (antigamente conhecido como RocketPay), BitNovo (que recentemente integrated DashText facilitando remessas baseadas em SMS para a Venezuela), Payza, e Bit2Me, assim como a corretora de metais preciosos Vaultoro, e serviços instantâneos de câmbio crypto-crypto Morph Token, Godex, CryptoWolf, e CoinSwitch.
A Dash foi adicionada a outros serviços como Robinhood, AvaTrade, WebMoney, e Abra, assim como à rede de caixas eletrônicos Coinflip e ao serviço de cartão pré-pago Coinfinity.

Processadores de pagamento

A Dash foi integrada em uma gama de novos processadores de pagamento e soluções para comerciantes em 2018. Possivelmente a mais significativa foi a abrangente solução voltada para a indústria de cannabis legal Alt Thirty Six, que começou a fazer pagamentos B2B no final deste ano e promete um amplo lançamento B2C no início de 2019, oferecendo aos clientes a oportunidade de comprar cannabis em dispensário do Arizona, Nevada, California, e Oregon. A Dash também foi integrada no grande processador de pagamentos online GoCoin, e tanto o DashText quanto o CoinText foram integrados diretamente em vários aplicativos de ponto de venda, permitindo que clientes sem internet ou smartphones ainda possam fazer compras com Dash. Vários outros processadores de pagamento também adicionaram a Dash, incluindo SlithEx, PayBear, Coinify, Epaymints, Epaymints, AloGateway, Payza, 34 Bytes, Bravo Pawn Systems, e possivelmente muitos outros.

Carteiras, ferramentas e cartões de débito

A carteira oficial da Dash, que recebeu um grande rebranding e reforma no ano passado, também recebeu uma integração com o Uphold, permitindo que os usuários comprem e vendam a Dash diretamente da carteira facilmente, superando uma das barreiras mais significativas para novos usuários. A Dash também foi integrada em duas carteiras baseadas em SMS, o CoinText e o DashText, permitindo que usuários em países-chave enviem e recebam Dash sem internet ou um smartphone, uma funcionalidade importante no mundo em desenvolvimento. A Dash também foi adicionada à Ethos universal wallet.

Além disso, a Dash foi adicionada a dois provedores diferentes de cartão de débito, PayCent e Payza, e assinou um acordo de integração no futuro cartão FuzeX.

Varejistas e serviços de vale-presente

A Dash foi adicionada a vários serviços de vale-presente, notavelmente o Bitrefill, que suporta o InstantSend e oferece um desconto de 10% exclusivo para compras em Dash de vales-presente de dúzias de varejistas e operadoras de celular pelo mundo, notavelmente a Amazon, enquanto o serviço de vales-presente CoinCards também adicionou a Dash. Uma grande concessionária de automóveis em New Hampshire adicionou a Dash e aceitou um pagamento completo por um carro, e o serviço online de pontos Rewards.com também foi adicionado, permitindo que compradores regulares ganhem Dashs de graça para compras, oferecendo uma grande porta de entrada para novos usuários. Outras integrações notáveis incluem o gigante do fantasy sports FanDuel, a agência de viagens Travala, o serviço de recarga Piiko, a empresa de marketing em redes sociais Strike Social, a rede online de butique SugarTrends, a operadora Miracle Tele, e a startup de ridesharing Abee, entre outros.

Desenvolvimento

A Dash fez progresso significativo no seu desenvolvimento em 2018, começando com o lançamento 0.12.3, que adicionou uma série de melhorias, incluindo PrivateSend mais eficiente, assim como Blocos Compactos, que permitem que a rede se redimensione de maneira mais fácil para altos níveis de transação. A versão 0.13, uma das mais significativas na história da Dash, foi lançada em testnet no final do ano passado. Ela inclui várias grandes mudanças, incluindo a introdução histórica de listas determinísticas de masternodes, e um melhoria ainda mais significativa para a velocidade e eficiência do PrivateSend, e InstantSend habilitado por padrão para quase todas as transações. A Versão 0.14, que virá imediatamente após, incluirá a introdução de quóruns longevos de masternodes (LLMQs) para permitir uma ampla gama de funcionalidades avançadas se redimensionarem na rede, e o ChainLocks (que aproveita os LLMQs), uma inovação para proteger a Dash de ataques de 51% de mineração, uma ameaça cada vez mais real para as criptomoedas. Para suportar esses desenvolvimentos, o time do Dash Core lançou um grande portal de documentação do desenvolvedor, e antes disso em 2018 lançou uma série de vídeos de demonstração na plataforma Evolution, que tomou uma forma concreta e está em seus estágios finais.

Em desenvolvimentos externos, o arquiteto chefe da Dash Andy Freer deixou o Dash Core para começar a trabalhar em aplicações descentralizadas da Dash, antecipando um interesse significativo em aproveitar a plataforma Evolution da Dash em seu lançamento. O Dash Labs, comandado pelo fundador da Dash Evan Duffield, também lançou detalhes sobre seu primeiro grande projeto, o Protocolo de Coleta de Dados, um sistema para descentralizar e monetizar o processo de pesquisa acadêmica e revisão por pares usando a Dash. A Arizona State University publicou um detalhado artigo de redimensionamento mostrando que a Dash poderia facilmente se redimensionar para mais da metade do número de transações atuais do PayPal.

O sistema de microtesouraria DashBoost foi desenvolvido e lançado em 2018, dando a projetos menores um meio para buscar financiamento sem interferir com o principal mecanismo de financiamento da Dash para projetos grandes e críticos. A MyDashWallet também foi lançada, incluindo uma abrangente carteira móvel e para web com funcionalidades tanto para InstantSend quanto PrivateSend, gorjetas multiplataforma fáceis de usar, e uma funcionalidade de chat Blockchain. A MyDashWallet também executou um teste de stress em toda a rede.

Rede

Apesar das vendas significativas de criptomoedas durante a baixa no mercado, a rede de masternodes da Dash continuou a crescer. No início do ano a rede possuía cerca de 4 680 masternodes, um número que aumentou desde então para os atuais 4 877, adicionando praticamente 200 nós durante o ano. Como mencionado acima, a MyDashWallet conduziu um teste de stress significativo na rede, processando mais de 3 milhões de transações em um período de 24 horas, ultrapassando o recorde anterior do Bitcoin Cash de cerca de 2.1 milhões. A rede não experimentou nenhuma perturbação significativa, problemas de performance ou crescimento nas taxas, mostrando que a Dash pode confortavelmente se redimensionar para suportar mais de dez vezes a base de usuários atual do Bitcoin sem precisar de atualizações adicionais.

A companhia negociada na bolsa Neptune Dash investiu pesadamente na rede da Dash, atualmente operando cerca de 22 masternodes. O serviço de pooling de masternodes da Dash CrowdNode, permitindo que qualquer pessoa que tenha 1 Dash possa participar na posse fracionária de masternodes, já cresceu para um total de 13 masternodes.

Infraestrutura

O time do Dash Core solidificou sua presença em 2018 contratando dois novos executivos, um CFO e um CTO, profissionalizando a entidade e permitindo que ela opere de maneira mais eficiente. Isto foi parte de uma ampla expansão de pessoal que tornou do Core um dos maiores times de desenvolvimento de criptomoedas. Antecipando o lançamento da Evolution, o Core registrou patentes defensivas para evitar que suas inovações sejam vitimizadas por trolls de patentes que tentem evitar que a nova tecnologia seja usada por seus próprios criadores. O time Dash Core se tornou legalmente propriedade da DAO da Dash, dando a ele uma maior contabilidade pública e controle direto pela rede de masternodes, criando uma das estruturas mais descentralizadas do mundo. O CEO do Dash Core Ryan Taylor anunciou que seriam feitas eleições em Março para o cargo de protetores do trust do Trust Irrevogável da DAO da Dash, a entidade legal conrolada pela rede de masternodes que está em posse do Dash Core Group e de outros ativos, criando uma estrutura legal pioneira com descentralização máxima no mundo real.

O time do Dash Core também lançou um portal de documentação do usuário reformado, assim como um portal de suporte, permitindo que usuários com perguntas sobre a Dash em si receberam respostas prontamente, uma raridade no espaço descentralizado. Antes disso, o site de listagem de comerciantes DiscoverDash lançou uma funcionalidade de chat ao vivo, permitindo de maneira similar que novos usuários contatem um agente de suporte em tempo real.

Outras notícias

Além desses desenvolvimentos para a rede da Dash e sua adoção global, muitas outras grandes vitórias foram alcançadas em publicidade e em outras áreas. O uso da Dash como moeda foi notavelmente coberto pela CNN, um grande evento de cobertura nas mídias convencionais. A Dash se apresentou ante a Casa do Parlamento para o Bahrain Opportunities Forum 2018. O gigante das notícias independentes Ben Swann foi patrocinado pela Dash, retornando de uma aposentadoria prematura forçada pela censura com um vídeo viral sobre a Dash. O lutador de MMA Rory MacDonald ganhou o título mundial no meio-médio pela Bellator enquanto era patrocinado pela Dash, proeminentemente exibindo o branding da Dash em cenas que desde então foram usadas em dúzias de vídeos de destaques.

A Medicinal Genomics aproveitou a blockchain da Dash para sequenciar o genoma da cannabis Jamaican Lion, aproveitando a Dash para evitar uma apropriação da espécie. O BlockCypher e o National Renewable Energy Laboratory fizeram uma parceria para usar a Dash em relógios inteligentes para economizar energia, experimentando permitir que as casas comprem e vendam eletricidade excedente usando Dash. O gigante da mineração Bitmain revelou seus ativos indicando posse de uma quantia significativa de Dash. A Fidelity revelou que possuía a maior participação permitida na companhia de masternodes da Dash Neptune Dash. Além disso, dados do serviço de corretagem de criptomoedas Uphold indicam que, em forte contraste com todas as outras moedas suportadas, usuários da Dash mostraram uma convicção bastante alta em seu ativo de escolha.

Finalmente, a Dash lançou uma logo atualizada, uma escolha que veio de um consenso descentralizado, com a escolha da comunidade vencendo a preferência inicial do time Core. A Dash também fez 4 anos de idade, com um 5º aniversário quase chegando, um raro feito de longevidade dentre as grandes criptomoedas.