This post is also available in: Français Deutsch Русский English

O Cryptobuyer — casa de câmbio latino-americana e solução para comerciantes — diz que, de acordo com o seu CEO, o Dash foi a moeda mais mais usada por vários meses seguidos no Cryptobuyer Pay.

De acordo com o CEO Jorge Farias, o Dash se posicionou como moeda mais usada nas empresas que usam o sistema de ponto de venda Cryptobuyer Pay pelos últimos três meses, superando o Bitcoin, Litecoin, e Binance Coin. Farias acredita que a combinação do Dash de taxas baixas e experiência de usuário sem igual o levaram a se tornar o rei da adoção na região:

“O Dash tem uma combinação de grande adoção na região com uma das melhores experiências de usuário. Obviamente as taxas baixas são um grandde incentivo, mas o foco na facilidade de é um diferencial importante que o Cryptobuyer viu anos atrás quando se tornou a primeira plataforma na América Latina a adotar esta tecnologia.”

Farias notou pela primeira vez o crescimento do Dash na plataforma enquanto estava em um Podcast da Dash News, no qual mencionou que o Bitcoin ultrapassou o Bitcoin pela primeira vez na primavera deste ano. Desde então a popularidade do Dash foi muito mais consistente conforme a tendência se virou ao seu favor. Notavelmente, o Cryptobuyer também excluiu temporariamente o Bitcoin da plataforma no início de 2018 devido a grande congestão na rede e à piora na experiência de usuário — com transações demoradas e caras — que resultou disso. Nesse período a plataforma manteve somente o Dash e o Litecoin.

A investida agressiva de adoção do Cryptobuyer com novo cartão NFC

Além de sua solução para comerciantes, o Cryptobuyer estreou novas soluções voltadas para adoção de criptomoedas na região. A companhia anunciou recentemente o piloto de um cartão físico NFC (comunicação por campo de proximidade) para atender a demanda popular:

“O código QR é um padrão nos sistemas de pagamento do nosso ecossistema por ser uma opção barata e simples de implementar e ativar, no entanto, recebermos muitos pedidos de nossos comerciantes e usuários para obter um cartão físico.”

De acordo com o Cryptobuyer, o cartão virá carregado com criptomoedas incluindo o Dash, e poderá ser usado em qualquer comerciante usando o sistema de ponto de venda afiliado:

“Nosso cartão NFC pode ser usado nos nossos pontos de venda afiliados e será dispensado e recarregado com Bitcoin, Litecoin, Dash, Tether, BNB da Binance e, claro, nosso próprio token XPT nas nossas ATMs, o que vai aumentar seu valor.”

A solução de ponto de venda do Cryptobuyer foi integrada em empresas eminentes, especialmente na Venezuela. Este ano, o sistema foi integrado na popular loja de departamento Traki e depois na farmácia Farmarato, um importante símbolo de solidariedade Venezuelana.

A forte performance do Dash em várias métricas na América Latina

Além da Venezuela, o Dash ganhou terreno na América Latina como um sistema de pagamentos. Este ano, o Dash foi integrado no processador de pagamentos Xpay, que recentemente ganhou 100 estabelecimentos na Venezuela e na Colômbia. Este verão o Dash ganhou 10 000 carteiras Android ativas só na Venezuela, com 15 000 na região maior da América Latina. Agora relata-se este número alcançou 24 000 só na Venezuela.

A expansão do Dash na América Latina pode ser creditada à resolução de importantes problemas relacionados aos pagamentos, incluindo remessas, que podem ter custos significativos nos meios tradicionais de pagamento. Além disso, dois shoppings no oeste venezuelano adotaram o Dash como forma de pagamento de estacionamento — uma grande dificuldade no país — e recentemente mais de 1 000 pagamentos em Dash foram recebidos em apenas um deles.