This post is also available in: frFrançais deDeutsch ruРусский enEnglish

O ChangeNOW recentemente integrou a Dash em suas loja online que oferece aos usuários uma maneira semi-confidencial de negociar criptomoedas.

O ChangeNOW proclama-se como um “serviço crypto de câmbio instantâneo e sem limites” pois “permite swaps rápidos de mais de 160 criptomoedas em alguns poucos passos rápidos, sem registro necessário”. Para aumentar sua liquidez eles trabalham “com várias grandes casas de câmbio, as mais notáveis sendo Binance, Bittrex e Bitfinex” e utilizam um algoritmo para selecionar os melhores preços das várias casas de câmbio. O ChangeNow não adiciona uma taxa de serviço adicional para si. Eles também oferecem à maior parte dos usuários uma maneira de negociar sem nenhum tipo de registro, mas isto não é aplicável em geral para todos os seus usuários.

Sua motivação de oferecer serviços melhores aos consumidores se alinhou bem com sua decisão de integrar a Dash.

“A Dash é uma criptomoeda realmente incrível com uma ótima comunidade e bastante potencial, então temos trabalhado bastante para integrá-la o mais rápido possível. E aqui estamos!”

O cenário em mudança das negociações confidenciais

O ChangeNOW não exige registro algum para negociação de criptomoedas e só pede registro por email se um consumidor/trader desejar entrar e sair de diferentes moedas fiduciárias. No entanto, há a possibilidade que o sistema vai marcar uma transação e deixá-la em espera até que o consumidor/trader complete os requisitos de KYC/AML mencionados abaixo.

  • “Uma foto de alta qualidade de qualquer documento válido de identificação no seu país ou internacionalmente;
  • Uma fonte dos fundos depositados (uma captura de tela ou um arquivo, mas não links).
  • Uma selfie do cliente segurando seu documento de identidade e uma impressão que será enviada pelo time de suporte.”

Ainda assim, o ChangeNOW dá ao consumidor/trader a opção de escolher não cooperar com a informação de KYC/AML e eles vão estornar todo o dinheiro de volta para o endereço do remetente e este endereço será banido da casa de câmbio.

A incerteza do KYC/AML do ChangeNOW é uma melhoria em relação à quantidade crescente de casas de câmbio que estão introduzindo cadastros obrigatórios de KYC/AML ou cadastros de “adesão” no caso do Shapeshift. O ChangeNOW também oferece um serviço melhor que o das outras casas de câmbio, nas quais há histórias de que contas serão congeladas por problemas de KYC/AML e os consumidores/traders serão incapazes de acessar seus fundos até eles estarem em conformidade. O ChangeNOW pelo menos oferece a possibilidade de não fazer registro de KYC/AML e, se for exigido, o consumidor/trader então tem a opção de ir embora com seu dinheiro.

A Dash ajuda os indivíduos a manterem sua privacidade

A Dash historicamente surgiu como uma moeda voltada para privacidade, mas mais tarde se focou em ser dinheiro digital cotidiano enquanto ainda mantem muitas das suas funcionalidades de privacidade pelo PrivateSend. Isto foi benéfico pois criptomoedas voltadas para privacidade têm pouco efeito para manter os hábitos de compra/venda dos consumidores confidenciais se eles estão limitados no número de locais nos quais ela pode ser aceita. A Dash está rapidamente acumulando comerciantes que aceitam Dash por todo o mundo e catalogando eles de maneira fácil de achar pelo DiscoverDash.

Além disso, enquanto funcionalidades móveis de privacidade para criptomoedas historicamente foram difíceis de obter, o PrivateSend da Dash está prestes a se tornar possível em carteiras móveis SPV. A melhoria virá com a atualização 0.13 e usará a rede de masternodes da Dash para eliminar a necessidade de confiança em terceiros. Atualmente, há uma funcionalidade de PrivateSend disponível em plataformas móveis pela MyDashWallet, mas ela exige que o usuário confie nos servers da MyDashWallet ao iniciar o mixing do PrivateSend. Estas melhorias ajudarão ainda mais os consumidores a manterem sua privacidade sendo capazes de fazer o mixing em qualquer lugar, na lojas, e tornar menos necessário se movimentar entre diferentes moedas em casas de câmbio.