This post is also available in: frFrançais deDeutsch ruРусский enEnglish

O cartão Spend anunciou suporte para Apple Pay, facilitando ainda mais o gasto de Dash em compras cotidianas.

O Spend, um app de cartão de débito e pagamentos que suporta uma variedade de criptomoedas diferentes, incluindo a Dash, permite que estas sejam convertidas no ponto de venda para compras instantâneas. Em um novo post esta semana, Peter Hertel, CMO do Spend, anunciou que o app agora tinha adicionado suporte para Apple Pay:

“O Apple Pay é aceito em milhões de comerciantes pelo mundo e praticamente todos os grandes varejistas dos EUA. Esta funcionalidade concede aos usuários do Spend uma habilidade instantânea para gastar as mais de 16 criptomoedas suportadas na hora pela rede Apple Pay.”

A adição do suporte para Apple Pay permite pagamentos sem contato na hora de gastar criptomoedas, em vez das opções tradicionais de chip ou de passar o cartão, facilitando uma experiência já simplificada. De acordo com o cliente do Spend Chris Webb, a experiência de usar o serviço para gastar Dash já é relativamente suave:

“Usar o cartão Spend é bem fácil. Tudo que você tem que fazer é enviar seus Dashs para sua carteira Spend. Então quando você usar o seu cartão VISA Spend, os fundos são movidos da sua carteira em tempo real. Não há necessidade de fazer quaisquer câmbio ou conversões, tudo acontece automaticamente em tempo real.”

O Spend está disponível para clientes dos EUA, uma região tradicionalmente desafiadora para cartões de débito de criptomoedas.

Arranjos adicionais para gastar criptomoedas simulam adoção em massa

A adição do Apple Pay para a experiência do Spend expandem ainda mais a habilidade das criptomoedas serem usadas como dinheiro cotidiano, apesar de numa maneira indireta. Hertel vê isso como o cruzamento de uma fronteira significativa entre a habilidade de gastar criptomoedas diretamente e a utilidade dos pagamentos tradicionais:

“O Spend fechou a lacuna para trazer compras em criptomoedas para os varejistas tradicionais e tornou o processo inteiro simples. Os usuários são capazes de verificar o seu KYC instantaneamente, emitir um Cartão Virtual Spend Visa instantaneamente, e vinculá-lo ao Apple Pay instantaneamente, criando uma solução verdadeiramente “instantânea”. Portanto, tudo que o usuário precisa fazer é selecionar a moeda digital que eles querem gastar e aproximar o celular deles. O resto da mágica acontece no plano de fundo conforme o Spend converte instantaneamente o ativo para moeda local no momento da transação.”

Além do Spend, outros serviços estão começando a facilitar os gastos de criptomoedas em compras cotidianas. No começo da semana, a Gemini e Flexa firmaram uma parceria para oferecer um arranjo custodial para gastar criptomoedas, no qual os clientes depositam no app, que então debita o saldo deles quando escaneiam um código em alguns varejistas especiais participantes.

Adoção em massa real enquanto objetivo final da Dash

Enquanto arranjos facilitando compras com Dash aumentam sua utilidade no curto prazo, o verdadeiro propósito da moeda é ser usada diretamente sem precisar passar pelo sistema de moeda fiduciária. De acordo com Webb, apesar do Spend ser conveniente, ele está ansioso para ser capaz de gastar seus Dashs sem precisar de um intermediário:

“Apesar do cartão Spend ser uma boa ponte, o objetivo final é obviamente gastar seus Dashs diretamente pois é mais seguro e privado, mais confiável e tem taxas menores.”

No momento, praticamente 5 000 comerciantes pelo mundo aceitam Dash como listado no popular app e site de listagem de comerciantes Discover Dash. No lançamento da versão 1.0 da Dash, de codenome Evolution, os usuários serão capaz de transacionar com usuários e listas de contato, facilitando ainda mais o uso da Dash pelo usuário médio e facilitando a adoção em massa.