This post is also available in: Français Deutsch Русский English

A BlackRock — uma firma de investimento global com base nos Estados Unidos — possui mais de 11% da companhia de masternodes Dash Neptune Dash, trazendo a porcentagem total da companhia em posse de grandes empresas de investimento acima dos 21%, em combinação com a porcentagem em posse da Fidelity.


Dentre as duas, a Blackrock detém mais ações com 9 255 385 (11.47%), em comparação com as 8 019 332 (9.94%) da Fidelity. Além disso, o seu investimento no Neptune Dash totaliza 0.63% do total dos ativos em posse do fundo da Blackrock e 0.02% do total de ativos em posse do fundo da Fidelity.

Novos dados da Morningstar — o provedor de informações de pesquisas financeiras globais — mostra que, conforme 31 de Outubro de 2019, a BlackRock e a Fidelity têm fundos que totalizam 17 274 717 (21.4% de todas as ações) do serviço de compartilhamento de masternodes Dash. Foi revelado em meados de 2018 que a Fidelity investiu pela primeira vez no Neptune Dash com stake de 15%, mas a Fidelity se desinvestiu da plataforma e a chegada da Blackrock é um novo investimento.

Elevando o interesse institucional no investimento em criptomoedas

O fato de que esses investimentos estão vindo de fundos com grandes empresas de investimento sinaliza que elas estão vendo no mínimo alguma oportunidade nas criptomoedas para seus clientes. A Fidelity não é nova no investimento em criptomoedas e já investiu em um rig de mineração de Bitcoin de 200 000 USD em 2014. Recentemente, a Fidelity começou um lançamento completo do seu programa de custódia Fidelity Digital Assets para ajudar mais investidores a ganharem acesso passivo ao setor de criptomoedas. A Blackrock, no entanto, foi mais conservadora, não tendo oferecido um ETF de Bitcoin até que ele se tornasse “legítimo” e isso ao mesmo tempo que a companhia “vê as criptomoedas potencialmente se tornando mais amplamente usadas no futuro conforme os mercados se amadurecem”, “elas devem ser onsideradas apenas por aqueles que podem lidar com perdas completas em potencial”. A entrada da Blackrock é um sinal do apelo significativo do Neptune Dash e do Dash já que foi capaz de superar as afirmações dessa companhia.

O Neptune Dash tem um apelo único por ser negociado publicamente em bolsas e ter seu valor baseado nas recompensas mensais da rede de masternodes do Dash. Isso permite que empresas que não querem operar um masternodes — seja porque não se encaixa no seu ambiente corporativo ou porque temam as várias regulamentações ainda necessárias para ter um investimento financeiro no setor de criptomoedas. Além disso, como os pagamentos dos masternodes são baseados em atributos pré-definidos como número de Dashs minerados até agora e o número de masternodes ativos, as recompensas podem ser consideradas mais estáveis que um simples investimento na criptomoeda em uma casa de câmbio esperando por uma volatilidade não-negativa no preço.

A favorabilidade do investimento no Dash

Apesar dos masternodes Dash terem um apelo bastante único para os investidores devido aos seus retornos mais previsíveis, o Dash no geral foi uma criptomoedas relativamente preferida entres certos grupos de investimento. O Dash foi recomendado três vezes por motivos diferentes pelo Palm Beach Group, mais recentemente por suas inovações com o ChainLocks tornando-o mais seguro contra ataques de 51% de mineração do que outras moedas. A habilidade do Dash de inovar e financiar seu desenvolvimento com sua DAO ajuda a diferenciar o Dash de outras moedas, já que ela pode focar na criação de uma moeda que é dinheiro digital para compras cotidianas.