This post is also available in: Français Deutsch Русский English

De acordo com uma nova análise feita pela casa de câmbio de criptomoedas eToro, a lucratividade e aspecto geral da mineração do Dash continua forte quando comparado com competidores como Bitcoin Cash, Bitcoin SV, e Litecoin.

Um novo post do eToro analisou várias criptomoedas proeminentes incluindo Bitcoin Cash, Bitcoin SV, e Litecoin e as recentes quedas de hashrate dessas redes, contrastando com o Dash que “[…] em termos de lucratividade, a mineração de Dash continua forte apesar de uma queda geral no ecossistema.”

“Mineradores que trabalham em redes proof-of-work são recompensados com taxas em suas criptomoedas conforme validam transações. Essas redes de proof-of-work têm um suprimento finito de moedas. Isto significa que eles precisariam gerar uso o suficiente para compensar os mineradores de maneira justa e manter uma boa hashrate. As coisas não vão bem para o Litecoin, Bitcoin SV, e Bitcoin Cash no momento…

As hashrates das redes vem caindo continuamente (ou estagnaram) no ano passado para as criptomoedas mencionadas. Isto é em grande parte devido ao número de transações, e redução na lucratividade da mineração. Compreensivelmente os mineradores não estão interessados em uma rede na qual não podem fazer um bom lucro. O Litecoin, BSV, e BCH todos exibiram hashrates reduzidas ou estagnadas durante o ano passado, de acordo com dados do BitInfoCharts.”

Todas as moedas mencionadas no relatório do eToro são redes proof-of-work, que direcionam tanto as taxas quanto as novas moedas da recompensa de bloco para os mineradores. No entanto, o Dash tem uma porção significativamente menor da recompensa de bloco direcionada para os mineradores — 45%, em comparação com os 100% das outras redes. Isto torna a hashrate resiliente do Dash particularmente digna de nota pois os mineradores estão competindo por uma porção menor da receita do que as outras redes.

A promessa forte no futuro do Dash

De acordo com o eToro, o crescimento do Dash transações e endereços ativos pode indicar que os mineradores veem um crescimento rápido o suficiente na rede e em sua base de usuários para sustentar um crescimento consistente da hashrate no longo prazo:

“Em termos de lucratividade, a mineração do Dash permanece forte. A hashrate do Dash subiu para cerca de 4.09 petahashes no momento da escrita, em relação aos 2.68 petahashes neste momento do ano passado. Além disso, o Dash cresceu fortemente em outra área importante: endereços ativos. O Dash está superando seus competidores estagnados. Está superando o Litecoin consistentemente e oferecendo uma ameaça mais clara ao Bitcoin do que muitos dos seus competidores (apesar de que a ameaça ainda não é grande). Mais endereços ativos tendem a estar lado a lado com mais usuários na rede. Isto poderia ser um indicador que o Dash verá crescimento o suficiente no futuro para gerar lucros suficientes com suas taxas, para sustentar seus mineradores depois que o seu suprimento total de 18 900 000 for alcançado.”

Os relatórios anteriores do eToro também mostraram fortes indicadores para o valor futuro do Dash. Um portfólio de criptomoedas oferecido pela rede aloca o investimento com base no sentimento percebido na rede social Twitter, e tem o Dash na maior posição com significativos 47% de todo o portfólio.