This post is also available in: Français Deutsch Русский English

O Dash Core Group acabou de lançar em testnet a versão 0.14.0, que introduzirá os LLMQs, o ChainLocks baseado em LLMQs e o InstantSend baseado em LLMQs e comporá a próxima atualização da rede antes da Evolution.

Como detalha em seu post Liz Robuck, Gerente de Produto do Dash Core, os LLMQs “facilitarão o redimensionamento com um consenso melhorado e expandirão o universo de casos de uso para a rede em potencial” e o ChainLocks vai “permitir que os LLMQs melhorem a segurança da rede, mitigando os ataques de 51% de mineração”. O InstantSend baseado em LLMQs vai então “reduzir as mensagens propagadas na rede para as transações InstantSend, o que facilita o redimensionamento do InstantSend na rede”. Essas melhorias ajudarão a Dash a se expandir para lidar com um tráfego mais intenso conforme a rede vai crescendo com a Evolution para lidar, não só com mais transações, mas com mais dados em geral.

Source: https://blog.dash.org/product-brief-dash-core-release-v0-14-0-now-on-testnet-8f5f4ad45c96

Depois de ser suficientemente examinado em testnet, espera-se que o processo de atualização comece com os mineradores sinalizando suporte para a DIP8 e com 80% dos blocos dentro de uma janela de 1152-blocos instituindo a mudança. Uma vez que houver adoção suficiente, a primeira mudança a fazer efeito serão os LLMQs junto com o Spork 17. A próxima será o ChainLocks com o Spork 19. Então, uma vez que a DIP8 for ativada, o ChainLocks será exigido e uma única confirmação de transação poderá ser considerada completamente confirmada. Finalmente, o InstantSend baseado em LLMQs será implementado com o Spork 20, mas isto pode ser disponibilizado como um serviço limitado até mais testes serem conduzidos. O desenvolvedor do Dash Core Group Codablock também lançou instruções para testes para aqueles que quiserem ajudar no processo.

Melhorando as operações da rede da Dash

Estes Quóruns Longevos de Masternodes são revolucionários porque reduzem significativamente o tempo e capacidade da rede necessários para verificar transações. Como a Liz explicou, a Dash atualmente usa quóruns de vários masternodes votando na validade da transação, mas isto exige uma mensagem de cada masternode, que pode crescer rapidamente dependendo da quantidade de dados sendo processados. Além disso, cada nó precisa verificar e armazenar essas informações na memória até que a transação seja minerada on-chain. Os LLMQs resolvem isso construindo previamente os quóruns e permitindo que eles “vivam” por um longo período de tempo em vez de serem montados na hora. Adicionalmente, os LLMQs só submetem uma mensagem de verificação para todos os masternodes que são parte desse quórum em vez de usar múltiplas mensagens.

Daí o ChainLocks está preparado para mitigar significativamente o risco de um ataque de 51% na Dash pois os LLMQs vão fixar o primeiro bloco que verem sendo publicado e rejeitarão todos os outros da mesma altura. Isto mitiga minerações maliciosas que tentam esconder blocos para reorganizar a blockchain e são o motivo de muitos indivíduos preocupados que estão lidando com grandes valores de transação esperarem por uma quantidade significativa de confirmações de bloco antes de aceitar o pagamento como final.

“Isto significa que as transações podem ser consideradas completamente confirmadas depois da primeira confirmação on-chain dentro de um bloco protegido por ChainLocks, e não há necessidade de esperar por mais confirmações para que uma transação recebida seja considerada segura.”

O InstantSend também reduzirá a quantidade de stress de troca de mensagens na banda larga da rede, enquanto ainda permite um serviço superior para os consumidores. Além disso, quando combinadas com ChainLocks, as melhorias vão permitir “na maior parte dos casos que os fundos recebidos sejam retransferidos imediatamente via InstantSend”. No entanto, o Dash Core Group está moderando as expectativas de lançamento dessa funcionalidade pois esperam que isso requeira mais testes.

A Dash está mudando o status quo das criptomoedas

A Dash aprendeu uma lição com o fracasso do Bitcoin em servir os consumidores se redimensionamento em tempo útil para satisfazer suas demandas, e está então trabalhando na direção de implementar atualizações importantes para permitir que a rede descentralizada trabalhe eficientemente para tornar o redimensionamento ainda mais fácil enquanto ainda oferece serviços excelentes. A Dash já implementou InstantSend automático, PrivateSend melhorado, e outras funcionalidades avançadas que estavam funcionando bem na rede, mas desejavam estar a frente da tendência de adoção implementando esses LLMQs para proteger a blockchain mais ainda de ataques em potencial, assim como seu próprio crescimento que é esperado com os lançamentos da Evolution.

A Dash Evolution está tentando tornar as criptomoedas fáceis de usar para os consumidores comuns com funcionalidades como Nomes de Usuário Blockchain, Carteira DashPay, DAPI/DApps, e mais. Estas coisas se tornarão possíveis e mais fáceis de construir conforme mais infraestrutura for criada com o lançamento da versão 0.14.