This post is also available in: Français Deutsch Русский English

Adoção em massa é o grande objetivo de praticamente qualquer criptomoeda, e já que agora estamos longe disso, há centenas de moedas diferentes todas competindo pela dominância futura. No entanto, algumas barreiras principais para entrada no mercado comercial das massas provavelmente acabarão com as esperanças e sonhos da maior parte dos projetos. Aqui vão algumas para você ficar de olho.

1: Experiência de usuário consistente

Uma das principais desvantagens de redes descentralizadas é a potencial inconsistência de resultados. Muitos agentes contribuem para o funcionamento da rede tais como mineradores, nós, provedores de carteiras, dentre outros. Por conta desse arranjo aparentemente desorganizado, a experiência de usuário pode variar muito. Quanto demora uma confirmação? Será que é seguro usar uma transação de zero confirmações com esse comerciante em particular neste dia em particular? Que tipo de taxas cobrarão de mim? O que é uma mempool?

Companhias centralizadas controlam seus resultados monitorando a gestão de cada departamento, e administrando as flutuações naturais para entregar uma experiência suave. A criptomoeda descentralizada que conseguir oferecer uma experiência de usuário positiva e consistente ganhará de lavada.

2: Infraestrutura empresarial

Outro elemento fundamental que está faltando em relação a um cenário de ampla adoção é a infraestrutura necessária para as empresas empregarem. O mundo crypto tem girado em torno da premissa implícita que, com divulgação suficiente, a moeda será amplamente usada no comércio, e que a única integração significativa é outra grande casa de câmbio que vai fazer os preços bombarem e permitir que novos usuários comprem um pouco. Ausente dessa equação está uma ampla variedade de serviços necessários para descomplicar o uso no comércio, incluindo um app de ponto de venda básico com funcionalidade de gorjetas, integração com o faturamento, contabilidade, folha de pagamento, conversão fácil para moeda fiduciária ligada a outros serviços, e, acima de tudo, cálculos de impostos a cada movimento. Se esse tipo de solução infraestrutural não estiver sendo ativamente desenvolvida em antecipação do amplo uso comercial, tal uso nunca virá.

3: Suporte

Quando um produto de uma companhia não funciona como esperado, você contata o suporte e resolve as coisas. Quando uma criptomoeda não funciona você não pode recorrer a ninguém. Este é um grande problema, e apesar de ser um sintoma do mundo descentralizado no qual estamos tentando viver, continua sendo um problema. A criptomoeda que reunir o financiamento para oferecer um suporte robusto em várias línguas 24h por dia terá uma vantagem significativa sobre o resto.

4: Redimensionamento

Finalmente, a palavra da moda do ano passado: redimensionamento. Como uma rede vai se redimensionar para acomodar milhões de usuários é, naturalmente, uma questão na linha de frente do setor, no entanto há mais perguntas sobre redimensionamento que precisam ser respondidas. Quantas pessoas podemos suportar realisticamente? Como será a experiência de usuário em altos níveis de uso? Como as taxas e uma experiência consistente de usuário se redimensionar? Quando esperamos uso em massa? Temos a infraestrutura e planos necessários agora para suportar uma triplicação repentina nos níveis de uso?

No momento, nem mesmo as maiores criptomoedas estão sequer perto de um redimensionamento em massa. Quando isso acontecer, veremos quem são os fracos e quem são os fortes. Serão poucos sobreviventes.